sicnot

Perfil

Mundo

Polícia chinesa identifica presumível autor de incêndio que matou 14 pessoas

Polícia chinesa identifica presumível autor de incêndio que matou 14 pessoas

A polícia da região autónoma chinesa de Ningxia lançou uma operação de busca ao presumível autor do incêndio num autocarro de transporte público que causou hoje 14 mortos e 32 feridos.

O suspeito foi identificado como Ma Yongping, apesar de as autoridades locais não terem divulgado os pormenores que expõem a sua alegada responsabilidade no acidente.

A polícia estabeleceu controlos em várias ruas e autoestradas nas saídas da cidade, informou a agência oficial Xinhua.

O incêndio ocorreu pelas 07:08 de hoje (23:08 de segunda-feira em Lisboa) em Yinchuan, capital da região, quando o autocarro de transporte urbano se encontrava perto de um centro comercial, próximo de uma estação de comboios.

Os feridos foram hospitalizados e as autoridades estão ainda a investigar as causas do acidente.

Lusa

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.