sicnot

Perfil

Mundo

Retomada operação para resgatar 17 mineiros chineses presos há mais de dez dias

As equipas de resgate continuam os trabalhos para tentar libertar 17 mineiros presos numa mina de gesso que colapsou no passado dia 25 de dezembro na província de Shandong, sem que ainda se conheçam as causas do acidente.

© China Stringer Network / Reut

Segundo a agência estatal Xinhua, as equipas de resgate escavaram mais de 200 metros, mas ainda não conseguiram encontrar sobreviventes, apesar de terem conseguido contactar com quatro dos mineiros, que estão "em situação estável" e receberam abastecimentos de comida, roupa, medicamentos e lanternas.

O acidente aconteceu a 25 de dezembro numa mina de gesso na zona de Pingyi, onde estavam 29 pessoas, das quais 11 escaparam, uma morreu e as restantes continuam presas debaixo de terra, sem que se conheça a sua situação, à exceção dos quatro com quem foi possível contactar.

Segundo a Xinhua, o resgate tem sido lento devido à complicada "situação geológica" da zona e ao receio que se gere outro colapso na mina.

Após o início do resgate, o dono da mina, que começou por participar nas operações de apoio, suicidou-se, no passado dia 27.

O chefe do Partido Comunista, o governador e os subdiretores de Pingyi foram demitidos dos seus cargos e vários executivos ligados à exploração mineira estão sob investigação judicial.

O colapso da mina foi de tal magnitude que gerou um tremor de terra equivalente a um sismo de magnitude 4 que foi detetado pelo Centro de Redes de Sismos da China.

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • 6 polícias feridos e 4 detidos em manifestação pela morte de português em Londres
    1:29

    Mundo

    A manifestação começou ainda durante a tarde deste domingo, na capital britânica e culminou em violência, com 6 polícias feridos, 4 pessoas detidas e a evacuação de uma das principais estações de transportes da zona leste da Londres. Os manifestantes acusam a polícia britânica de agressão na noite de 15 de junho, quando um português, de 25 anos, foi mandado parar pela polícia. O jovem acabou por morrer no hospital 5 dias depois.

  • Novo avião da TAP a lembrar o passado
    1:32
  • Avião cruza-se com drone a 900 metros de altitude
    2:01

    País

    Um avião da TAP voltou a cruzar-se este domingo com um drone, enquanto se preparava para aterrar no aeroporto de Lisboa. A aproximação deu-se a 900 metros de altitude e passou muito perto da asa da aeronave. Este é o 10.º incidente com drones este ano e o 6.º este mês.

  • Bruno Fernandes já está em Lisboa
    4:53

    Mercado de transferências

    Bruno Fernandes já está em Lisboa a dar autógrafos com a camisola do Sporting. André Moreira, guarda-redes do Atlético Madrid, oficializado em breve no Benfica. Eis as últimas do mercado de transferências, por Gonçalo Azevedo Ferreira.

  • Os russos adoram Portugal
    2:48

    Taça das Confederações

    Os portugueses que foram à Rússia para a Taça das Confederações ficaram surpreendidos pela forma calorosa com que todos foram recebidos. Cristiano Ronaldo é o grande responsável por esta paixão pelo nosso país.

    Enviados SIC

  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.