sicnot

Perfil

Mundo

Amigo de atacante de San Bernardino declara-se inocente

Enrique Marquez, acusado de ter comprado duas espingardas de assalto usadas no tiroteio em San Bernardino, na Califórnia (costa oeste dos Estados Unidos), declarou-se hoje inocente nas acusações relacionadas com terrorismo.

Catorze pessoas morreram e 21 outras ficaram feridas, a 2 de dezembro, no ataque ao Centro Regional Inland, na localidade de San Bernardino

Catorze pessoas morreram e 21 outras ficaram feridas, a 2 de dezembro, no ataque ao Centro Regional Inland, na localidade de San Bernardino

© Mike Blake / Reuters

Catorze pessoas morreram no tiroteio de San Bernardino.

Marquez, de 24 anos, foi acusado na passada semana por um júri federal na Califórnia de conspirar e fornecer material de apoio a terroristas, de mentir sobre a aquisição das duas armas usadas no tiroteio de 02 de dezembro, fraude matrimonial e falsas informações na candidatura ao visto para a mulher com quem casou.

O acusado está detido provisoriamente, sem possibilidade de caução, desde o mês passado.

De acordo com a acusação, em novembro de 2011, Marquez comprou uma espingarda de assalto "Smith&Wesson" e três meses depois outra espingarda de assalto.

Ambas as armas foram compradas em nome de Sayed Farook. As autoridades norte-americanas disseram que ele e a mulher, Tashfeen Malik, usaram as espingardas no ataque ao Inland Regional Center em San Bernardino, que causou 22 feridos e 14 mortos, muitos dos quais antigos colegas de Farook.

Alegadamente, Marquez terá conspirado em 2011 e 2012 com Farook para perpetrar ataques terroristas numa universidade da zona, que os dois tinham frequentado, e numa autoestrada.

Amigo de longa data de Farook, Marquez - que se converteu ao islamismo depois de Farook lhe ter dado a conhecer a religião - disse aos investigadores que os dois planos foram abandonados, acabando por se afastar de Farook.

Alegadamente, Marquez aceitou participar num casamento falso com uma mulher relacionada com a família de Farook em novembro de 2014 e mentiu na candidatura ao visto para a mulher.

O julgamento de Enrique Marquez, que cooperou com as autoridades, vai começar a 23 de fevereiro. O homem incorre numa pena de até 50 anos de prisão caso seja condenado em todas as acusações.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.