sicnot

Perfil

Mundo

Atentado na Líbia faz dezenas de mortos e feridos

Em atualização

Um atentado com um veículo armadilhado contra um centro de treino da polícia em Zliten, no oeste da Líbia, fez dezenas de mortos e de feridos, avançam as agências de notícias líbias. Uma fonte hospitalar citada pela Reuters fala já em pelo menos 65 mortos.

MOHAME BEN KHALIFA / EPA

De acordo com a agência de notícias Lana - associada ao governo reconhecido pela comunidade internacional -, o atentado cometido por um kamikaze fez 15 mortos e cerca de 30 feridos.

Por outro lado, a agência rival associada ao governo paralelo e que controla Zliten, afirma que morreram 50 pessoas e há 127 feridos, cita a agência France Press.

A Líbia é atualmente um Estado falhado, assolado pelo caos e pela guerra civil, desde que em 2011 a comunidade internacional apoiou um movimento rebelde contra a ditadura de Muammar Khadafi.

Desde as últimas eleições, que o poder está dividido entre dois governos, um com sede em Tripoli e outro, reconhecido pela comunidade internacional, em Tobruk.

Os dois governos são apoiados por grupos de islamitas, senhores de guerra, líderes tribais e traficantes de petróleo, armas, pessoas e droga.

Com a instabilidade no país, o grupo extremista Estado Islâmico e a organização Al-Qaida no Magrebe Islâmico aumentaram a sua influência na Líbia, ganhando poder territorial e contagiando a instabilidade a todo o norte de África.

EM ATUALIZAÇÃO

  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.