sicnot

Perfil

Mundo

Célebre navio do comandante Cousteau vai voltar a navegar

A associação proprietária do "Calypso", o célebre navio de exploração oceanográfica do comandante Jacques-Yves Cousteau, ao abandono desde 2007 num porto francês, anunciou esta quinta-feira que a embarcação vai regressar ao mar.

Em janeiro de 1996, o "Calypso" naufragou em Singapura. (Arquivo)

Em janeiro de 1996, o "Calypso" naufragou em Singapura. (Arquivo)

© STR New / Reuters

"Estamos a trabalhar para tirar o navio de Concarneau (Bretanha, oeste de França) no prazo de três meses. O nosso objetivo é reparar completamente o navio e que volte a navegar para ser o embaixador dos oceanos, como queria o comandante", disse a associação Equipa Cousteau.

"Consideramos serem necessários entre 12 e 18 meses para pôr o 'Calypso' a navegar. Já contactámos empresas para esta empreitada", acrescentou.

A bordo do "Calypso", o explorador Jacques-Yves Cousteau percorreu, a partir de 1950 e durante mais de 40 anos, os oceanos para realizar filmes sobre os fundos marinhos, vistos em todo o mundo.

Com o seu barrete vermelho de escafandrista, Cousteau realizou vários documentários, sendo provavelmente o mais famoso "Le Monde Du Silence", que ganhou a Palma de ouro no festival de cinema de Cannes, em 1956.

Em janeiro de 1996, o "Calypso" naufragou em Singapura. Posto a flutuar, foi colocado em Concarneau em 2007, onde devia ter sido restaurado.

Divergências entre o estaleiro naval Piriou, encarregado dos trabalhos, e a Equipa Cousteau interromperam a recuperação do navio.

Em dezembro de 2014, a justiça francesa determinou que a associação devia retirar o "Calypso" do estaleiro antes de 12 de março deste ano e pagar à Piriou os trabalhos já efetuados, no valor de cerca de 300 mil euros.

A Equipa Cousteau indicou que o navio podia ser exposto no Mónaco, na água ou em doca seca, enquanto a empresa ameaçava leiloar o "Calypso".

"A Equipa Cousteau conseguiu sentar, à mesma mesa, vários mecenas internacionais generosos e muito motivados", disse a associação na sua página digital.

"Quando o 'Calypso' regressar ao Mediterrâneo, estará a navegar com os seus próprios motores, como queria o comandante Cousteau", acrescentou Francine Cousteau, segunda mulher do explorador e presidente da Equipa Cousteau.

Em comunicado, o estaleiro Piriou garantiu que fará "tudo ao seu alcance para permitir a saída do 'Calypso' da doca nas melhores condições", apesar de afirmar desconhecer o projeto de retirar o navio durante o primeiro trimestre. O estaleiro confirmou ter recebido, em dezembro, a soma devida pela associação.

Lusa

  • Neto de Jacques Cousteau tenta permanecer 31 dias num bunker submarino

    Mundo

    Fabien Cousteau iniciou no passado domingo, 1 de junho, uma aventura que tem como objetivo permanecer 31 dias num bunker submarino. Aquarius, um laboratório instalado a 20 metros de profundidade na Florida, é o espaço onde Fabien tenta superar o recorde de 30 dias atingido pelo avô, Jacques Cousteau, em 1963.

  • Neto de Jacques Costeau vive um mês debaixo de água
    1:30

    Mundo

    Uma equipa de oceanógrafos e investigadores passou um mês debaixo de água. é um novo recorde. Fabien Cousteau, 46 anos, passou os últimos 31 dias a viver no fundo do mar, a 18 metros de profundidade, ao largo das ilhas Key, na Florida. Em 1963, o avô de Fabien, o francês Jacques Cousteau, viveu 30 dias em condições semelhantes, a nove metros de profundidade, no mar Vermelho. O neto assegura que não queria bater o record do avô mas apenas chamar novamente a atenção para a conservação dos oceanos.

  • Costa preparado para falar da renegociação da dívida no plano europeu
    2:24

    Economia

    O primeiro-ministro não quer quebrar com as regras impostas pela UE e não vai dar o primeiro passo na renegociação da dívida, mas estará na linha da frente quando Bruxelas ceder. Em entrevista à RTP, António Costa garante que o Governo cumpriu tudo aquilo que acordou com o presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues.

  • Benfica persegue oitavos da Liga dos Campeões

    Desporto

    O Benfica tenta hoje a qualificar-se para os oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, procurando uma vitória na receção ao Nápoles que lhe permita vencer o Grupo H e manter-se a salvo do perseguidor Besiktas.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.

  • Nova Deli é "altamente tóxica" para os cidadãos

    Mundo

    Nova Deli foi considerada altamente tóxica para os cidadãos. A capital da Índia é considerada há mais de três anos a cidade mais poluída do mundo, mas só este ano se concluiu que é tão tóxica que é capaz de provocar doenças crónicas a quem lá vive.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.