sicnot

Perfil

Mundo

Homem abatido em Paris em frente a esquadra

Homem abatido em Paris em frente a esquadra

Um homem munido de uma faca e de um falso colete de explosivos foi abatido a tiro por agentes da polícia, hoje, em frente de uma esquadra do 18º bairro de Paris, no norte da cidade, quando tentava entrar no edifício. Um segundo indivíduo suspeito poderá ainda estar a monte, o que levou as autoridades a montarem um perímetro da segurança, conforme relatou o repórter Daniel Ribeiro, correspondente do Expresso em Paris.

O Ministério do Interior confirmou também que o homem gritou "Allahu Akbar" (Alá é grande) quando tentou entrar na esquadra.

"Na quinta-feira de manhã, um homem tentou atacar um polícia na portaria da esquadra de polícia antes de ser atingido por tiros disparados pela polícia", disse o porta-voz do Ministério do Interior, Pierre-Henry Brandet.

"Especialistas em desativação de bombas estão no local para garantir a segurança do mesmo", acrescentou.

A esquadra situa-se no bairro de Goutte D'Or, onde reside uma importante comunidade imigrante, oriunda maioritariamente do Magrebe e África Subsaariana.

O incidente ocorreu cerca das 12:00 locais (11:00 em Lisboa).

A rua foi fechada pela polícia, que aconselhou os transeuntes a refugiarem-se nos estabelecimentos mais próximos, entretanto encerrados. Uma escola situada nas proximidades foi aconselhada a manter as crianças dentro do edifício e os acessos ao mesmo foram fechados.

  • Madonna diz que América nunca desceu tão baixo
    2:12

    Mundo

    No mundo artístico, foram várias as vozes que se levantaram contra Trump, entre elas Madonna. A cantora disse esta quinta-feira em Nova Iorque, a propósito do dia da tomada de posse, que nunca a América desceu tão baixo. Já o ator Matthew McConaughey - que está em Londres - garantiu que não ia perder a cerimónia pela televisão.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida