sicnot

Perfil

Mundo

Ban Ki-Moon pede a Iémen que reconsidere expulsão de representante da ONU

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, pediu hoje, em comunicado, ao Governo do Iémen para reconsiderar a decisão de expulsar o seu representante para os direitos humanos no país, Abu al Zalf.

© Brendan McDermid / Reuters

No comunicado, Ban Ki-Moon condenou a decisão do Governo iemenita de expulsar o diplomata e expressou preocupação com a segurança dos funcionários das Nações Unidas no país.

O Governo do Presidente imenita Abd Rabbo Mansur Hadi solicitou na quinta-feira ao representante do Alto-Comissariado da ONU para os Direitos Humanos no Iémen que abandone o país, depois de o acusar de parcialidade e declarar "persona non grata".

Segundo a agência Saba, dependente do Governo de Hadi, o diplomata libanês George Abu al-Zalf divulgou comunicados sobre a situação humanitária no Iémen em que é evidente um favoritismo em relação aos rebeldes Huthi.

O Alto-Comissariado da ONU para os Direitos Humanos, sediado em Genebra, emitiu na terça-feira um comunicado em que afirmava que 2.759 pessoas morreram e outras 5324 ficaram feridas no Iémen desde que começou a ofensiva da coligação internacional liderada pela Arábia Saudita contra os rebeldes, a 26 de março passado.

O gabinete do Alto-Comissariado no Iémen situa-se na capital, Sanaa, controlada desde setembro pelos rebeldes.

Lusa

  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Duas pessoas alvejadas devido a disputa de linha de água em Cabeceiras de Basto
    1:23

    País

    Duas pessoas foram alvejadas por causa de uma disputa de uma linha de água, esta terça-feira, em Cabeceiras de Basto. O suspeito escondeu-se num barracão, mas acabou por ser detido pela GNR. As vítimas sofreram ferimentos ligeiros no braço e no peito. O tenente André Rodrigues, do Comando de Braga, revelou que os disparos foram feitos com uma caçadeira.

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Participante no incidente em Charlottesville teme pela vida
    1:43

    Mundo

    Um dos participantes nos incidentes em Charlottesville e membro de um grupo de extrema-direita supremacista teme vir a ser detido ou até morto, pelas declarações que fez durante uma reportagem da Vice News, que se tornou viral nas redes sociais.