sicnot

Perfil

Mundo

Chefe da polícia de Colónia suspenso após assaltos na noite de Ano Novo

O chefe da polícia da cidade alemã de Colónia (oeste), Wolfgang Albers, sob crítica desde o incidente das agressões na noite de Ano Novo, foi suspenso, indicou hoje a agência noticiosa alemã DPA, citando fontes políticas locais.

Albers, de 60 anos, ficou em "aposentação temporária" na sequência das violências, indicou a agência. O chefe da polícia tem sido criticado pela inação dos seus serviços.

A polícia registou mais de 120 queixas apresentadas por mulheres sobre assaltos, abusos sexuais e duas violações, alegadamente cometidos por grupos de homens jovens que se encontravam entre a multidão que comemorava a passagem de ano perto da principal estação de comboios da cidade.

Várias testemunhas relataram que grupos de 20 a 30 jovens adultos "que pareciam ser de origem árabe" cercaram e agrediram as vítimas.

Os ataques ocorreram apesar do forte dispositivo policial destacado.

"A polícia não pode trabalhar desta maneira", declarou na terça-feira o ministro do Interior alemão, Thomas De Maizière, à cadeia de televisão pública ARD.

O Ministério do Interior alemão anunciou hoje que identificou 31 suspeitos pela onda de agressões e roubos verificados em Colónia, 18 dos quais são requerentes de asilo.

O porta-voz do ministério, Tobias Plate, disse que ainda estão por identificar os autores de alegadas agressões sexuais.

Lusa

  • CGD terá de reconhecer imparidades e prepara saída de 2 mil funcionários
    2:45

    Caso CGD

    O novo plano estratégico da Caixa está pronto e foi entregue há duas semanas ao Ministério das Finanças. A SIC sabe que está a ser preparada a saída de 2 mil trabalhadores e que o banco terá de reconhecer imparidades. O Expresso diz que a CGD vai fechar o ano com prejuízos que podem chegar aos 3 mil milhões de euros.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.