sicnot

Perfil

Mundo

Daesh reivindica atentado na Líbia que fez mais de 50 mortos

O grupo extremista Daesh reivindicou hoje o atentado com um camião armadilhado que fez na quinta-feira, na Líbia, mais de 50 mortos num recinto da polícia em Zliten, a 170 quilómetros a leste de Tripoli.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Stringer . / Reuters

Num comunicado divulgado "online" em árabe, o Daesh declara que um bombista suicida chamado Abdallah al-Muhajair "fez explodir o seu camião no meio de uma base pertencente às forças infiéis líbias na cidade de Zliten" e faz um balanço de "perto de 80 mortos" e 150 feridos.

A Líbia vive em guerra civil desde 2011, sendo dirigida por dois parlamentos e dois governos, um estabelecido em Tobruk e reconhecido pela comunidade internacional e o outro, em Tripoli, controlado pela Fajr Libya, uma aliança de milícias islamitas, que disputam o poder.

O grupo extremista Daesh tem vindo a ganhar terreno na Líbia, onde controla a cidade de Sirte (450 quilómetros a leste de Trípoli) e ameaça assumir o controlo das estruturas petrolíferas da região.

Com Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47