sicnot

Perfil

Mundo

Disponibilizadas conversas telefónicas entre Bill Clinton e Tony Blair

A biblioteca presidencial do antigo Presidente dos Estados Unidos Bill Clinton tornou públicas 500 páginas de transcrições de conversas telefónicas ocorridas entre 1997 e 2000 entre o ex-chefe de Estado norte-americano e o ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair.

Bill Clinton, antigo Presidente norte-americano.

Bill Clinton, antigo Presidente norte-americano.

© Stringer Shanghai / Reuters

Entre as transcrições estão algumas piadas trocadas entre os dois dignitários, incluindo que se deve evitar andar nu na Casa Branca, mas também assuntos sobre a Irlanda do Norte, Kosovo, Médio Oriente, integração europeia, economia ou a morte da princesa Diana em 1997.

As transcrições revelam uma grande cumplicidade entre Bill Clinton e Tony Blair.

O líder do Governo trabalhista britânico (1997-2000) e o chefe de Estado norte-americano (1993-2001) falavam regularmente ao telefone, de forma informal, e as conversas começavam muitas vezes com bastante humor.

Quando Tony Blair visitou Washington em abril de 1999, questionou Bill Clinton se podia dormir na Casa Branca na cama utilizada pelo seu antecessor Winston Churchill.

Bill Clinton respondeu: "Desde que não te exibas todo nu quando fores à casa de banho. Tu és muito jovem e esbelto".

"Envelheci neste difícil trabalho. Bill, isso é o máximo", respondeu Tony Blair.

Em fevereiro de 1999, os dois homens também falaram sobre o comércio internacional de banana, mas a conversa derivou rapidamente.

"Os meus assessores não me deixam falar contigo sem ter uma banana na mão. Estou sentado aqui com uma grande banana, feia e madura", ri Clinton ao telefone.

"Agora Bill, acho que deveríamos falar sobre o Kosovo", interrompe Tony Blair, durante a crise da ex-província sérvia, que acabou por se tornar independente.

Os dois homens também fazem piadas à paixão de Clinton por "camisolas de caxemira escocesa", especialmente para jogar golfe, o que pode "ofender os irlandeses".

"Quando acabar aqui (o mandato), quero ser cidadão honorário do Reino Unido e ter um assento na Escócia, perto de um bom campo de golfe", afirmou o antigo Presidente dos Estados Unidos.

Bill Clinton deixou a Casa Branca em janeiro de 2001 e apoia agora a sua mulher Hillary Clinton na corrida às eleições presidenciais.

Tony Blair deixou Downing Street em junho de 2007 e até 2015 foi emissário do Quarteto para o Médio Oriente, mas sem encontrar uma solução para o conflito israelo-palestiniano.

Lusa

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.

  • Samsung vai vender modelos reparados do Galaxy Note 7

    Economia

    A Samsung Electronics anunciou hoje que vai vender e alugar telemóveis reparados do modelo Galaxy Note 7 depois de no ano passado a empresa ter decidido suspender a respetiva produção devido a incêndios nas baterrias de íon-lítio.

  • Acidentes em falésias matam 94 pescadores lúdicos

    País

    Mais de 90 pescadores lúdicos morreram nos últimos 19 anos e 137 ficaram feridos em 252 acidentes registados em zona rochosa ou em falésia, a maioria na zona de Lagos, Faro, segundo dados da Autoridade Marítima Nacional.