sicnot

Perfil

Mundo

Estilista francês André Courrèges morre aos 92 anos

O estilista francês André Courrèges, símbolo de uma revolução de estilo nos anos 60, morreu na quinta-feira, com 92 anos, após três décadas de luta contra a doença de Parkinson, informou a Maison de Courrèges em comunicado.

COURREGES/HANDOUT

Nascido a 9 de março de 1923 na cidade de Pau, no sul de França, estudou Engenharia Civil na Escola Nacional de Ponts-et-Chaussées, onde ficou fascinado pela Arquitetura, o que o faria revolucionar a moda na década de 60.

Piloto na II Guerra Mundial, Courrèges fundou a casa de alta-costura em 1961 e viu a sua coleção de 1964, "Space Age", catapultá-lo para a fama, tendo sido, por um período, a coqueluche da moda francesa.

Popularizado pelos mini-vestidos angulares, que combinou com óculos de proteção e capacetes inspirados nos astronautas, bem como pela opção por calças formais para senhora e por mini-saias, cuja ideia original sempre disputou com Mary Quant, o estilista teve no artista Andy Warhol um expressivo admirador.

André Courrèges, que parou de trabalhar nos anos 90, devido aos problemas de saúde, morreu na sua casa de Neuilly-sur-Seine.

Lusa

  • "O FC Porto não merece ser campeão"
    2:23
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    O empate do FC Porto com o Feirense foi o principal assunto do Play-Off da SIC Notícias, este domingo. Rodolfo Reis mostrou-se insatisfeito com a atitude dos jogadores do FC Porto.

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Défice recua em 2016 na zona euro e na UE

    Economia

    O défice e a dívida baixaram na zona euro e na União Europeia (UE) em 2016 face a 2015, tendo Portugal registado a terceira maior dívida (130,4%) entre os Estados-membros e um défice de 2%, segundo o Eurostat.