sicnot

Perfil

Mundo

Sul coreanos manifestam-se contra teste nuclear

GALERIA DE FOTOS

Centenas de sul coreanos manifestaram-se em Seul contra o último teste nuclear realizado pela Coreia do Norte.

Centenas de sul coreanos manifestaram-se em Seul contra o último teste nuclear realizado pela Coreia do Norte.

Centenas de sul coreanos manifestaram-se em Seul contra o último teste nuclear realizado pela Coreia do Norte.

© Kim Hong-Ji / Reuters

Centenas de sul coreanos manifestaram-se em Seul contra o último teste nuclear realizado pela Coreia do Norte.

Centenas de sul coreanos manifestaram-se em Seul contra o último teste nuclear realizado pela Coreia do Norte.

© Kim Hong-Ji / Reuters

Centenas de sul coreanos manifestaram-se em Seul contra o último teste nuclear realizado pela Coreia do Norte.

Centenas de sul coreanos manifestaram-se em Seul contra o último teste nuclear realizado pela Coreia do Norte.

© Kim Hong-Ji / Reuters

Centenas de sul coreanos manifestaram-se em Seul contra o último teste nuclear realizado pela Coreia do Norte.

Centenas de sul coreanos manifestaram-se em Seul contra o último teste nuclear realizado pela Coreia do Norte.

© Kim Hong-Ji / Reuters

© Kim Hong-Ji / Reuters

Os manifestantes, na maioria veteranos de guerra, exigem novas sanções ao regime de Pyongyang.

A tensão entre os dois países voltou a aumentar depois da Coreia do Norte ter anunciado a realização com sucesso do primeiro teste com uma bomba de hidrogénio.

Na sequência do ensaio, a Coreia do Sul retomou a emissão de propaganda na fronteira entre os dois países.

Uma ação que foi já interpretada pela Coreia do Norte como um sinal de guerra.

  • Paula Brito e Costa continua a trabalhar na Raríssimas

    País

    Depois de ter apresentado a demissão do cargo de presidente da Raríssimas, Paula Brito e Costa mantém-se a exercer funções na associação, apurou a SIC. Identifica-se agora como diretora-geral e já comunicou isso mesmo a alguns funcionários.

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • O ano "saboroso" de António Costa
    0:51

    País

    António Costa diz que 2017 foi um ano "saboroso" para Portugal. Num encontro com funcionários portugueses, em Bruxelas, antes do Conselho Europeu desta quinta-feira, o primeiro-ministro realçou o que o país conquistou no último ano, no plano europeu, e que culminou com a eleição de Mário Centeno para a Presidência do Eurogrupo.

  • Lince ibérico esteve à venda no OLX

    País

    Um anúncio de venda de um lince ibérico, por 1.500 euros, foi publicado esta semana no site de classificados OLX, com uma morada de Alcoutim, no Algarve. A autenticidade da publicação não foi confirmada, mas em setembro foi encontrada a coleira de um lince ibérico precisamente em Alcoutim. As autoridades estão a investigar.

    SIC

  • Estabilização dos solos nas áreas ardidas
    1:58

    País

    Está a começar uma intervenção de emergência para estabilizar os solos nas áreas ardidas nos incêndios florestais. O trabalho das equipas que estão no terreno arrancou na zona da Lousã mas vai passar por vários concelhos como Pampilhosa da Serra e Vila Real.