sicnot

Perfil

Mundo

Seis paquistaneses e um sírio agredidos em Colónia por assaltantes em grupo

Um grupo de seis paquistaneses e um homem sírio foram atacados por cerca de 20 pessoas no domingo à noite na cidade alemã de Colónia, revelou hoje a polícia.

reuters

Segundo a polícia, dois dos paquistaneses foram hospitalizados.

Pouco depois do assalto aos paquistaneses, cinco pessoas atacaram também um homem sírio de 39 anos, que sofreu ferimentos ligeiros.

Foi em Colónia que foram relatados mais de 500 assaltos a mulheres na noite da passagem do ano, cuja autoria foi atribuída a migrantes.

A polícia da cidade atualizou no domingo para 516 as queixas de violência ocorridas durante as festividades de Ano Novo, com 40% das vítimas a relatarem casos de agressão sexual.

No sábado, as autoridades da cidade alemã tinham contabilizado 379 queixas e que a maioria dos suspeitos tinham pedido asilo político ou são imigrantes ilegais.

Segundo a polícia de Colónia, 19 pessoas são consideradas suspeitas até ao momento e um jovem marroquino foi detido por suspeita de roubo de telemóveis.

As vítimas dos ataques da passagem de ano apontaram homens "de aparência árabe ou do norte de África" como os autores, dando origem a um debate sobre a capacidade de a Alemanha integrar os quase 1,1 milhões de refugiados que procuraram o país em busca de asilo no último ano

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.