sicnot

Perfil

Mundo

Grupo do homem mais rico da China compra estúdio Legendary, de Hollywood

O conglomerado chinês Wanda anunciou hoje a compra dos estúdios Legendary Entertainment, que produziram filmes como "Jurassic World" e "Godzilla", por 3.500 milhões de dólares (3.240 milhões de euros), consolidando assim a sua presença em Hollywood (EUA).

© Jason Lee / Reuters

O negócio, o maior realizado por uma empresa chinesa no setor cultural fora da China, foi confirmado hoje pelo presidente do grupo, Wang Jianlin, o homem mais rico do país, através de um comunicado.

Em 2012, o Wanda concluiu a compra da empresa norte-americana AMC Entertainment, proprietária da segunda maior cadeia de cinemas dos EUA, por 2.600 milhões de dólares (1.940 milhões de euros).

Fundado no final da década de 1980 em Dalian, no nordeste da China, o Wanda Group começou por se impor no setor imobiliário, mas nos últimos anos passou a investir também no cinema, desporto e turismo.

Lusa

  • Hoje, o Primeiro Jornal esteve em Leiria
    1:13
  • Nova tecnologia provoca a queda de drones
    1:39

    País

    Um dia depois da divulgação das medidas de identificação e da obrigatoriedade de seguro para os drones, sabe-se agora que vem aí uma tecnologia para a deteção de drones e respetivos operadores, com capacidade para neutralizar os aparelhos. O início dos testes está previsto para o final do mês, na altura em que a nova legislação será publicada. 

  • "Estamos a perder tempo adiando a descentralização"
    1:29
  • Fãs choram morte de Chester Bennington
    2:12
  • Bigode de Salvador Dalí está intacto, às "10 para as 10"

    Cultura

    O corpo do pintor surrealista catalão foi ontem exumado no Teatro-Museo de Figueres, por ordem de um tribunal de Madrid, para um exame de determinação de paternidade de Pilar Abel, que alega ser filha do artista. O pintor que morreu há 28 anos foi embalsamado e mumificado pelo que o corpo continua preservado e o famoso bigode levantado.

  • Alunos de medicina fazem rastreios porta-a-porta em Belmonte
    2:18

    País

    Cerca de 60 estudantes de vários pontos do país estão em Belmonte, onde vão realizar várias atividades ligadas à saúde durante quatro dias. A SIC acompanhou esta sexta-feira o trabalho na aldeia de Colmeal da Torre. Os alunos fazem rastreios à glicemia, medição da tensão arterial e avaliação da percentagem de gordura corporal; e o objetivo é sensibilizar a população para a importância de hábitos e estilos de vida saudáveis.