sicnot

Perfil

Mundo

Idosos não entendem sarcasmo e "levam a peito" alguns comentários

Os idosos são menos capazes de detetar o sarcasmo que as pessoas mais novas, o que pode afetar as suas relações com amigos e com a própria família, sugerem investigadores da Universidade de Aberdeen, no Reino Unido.

Reuters

Os investigadores da Universidade de Aberdeen trabalharam com equipas da Universidade de Genebra e da Universidade de Londres e concluíram que em regra, as pessoas com mais de 65 anos compreendem mal os comentários sarcásticos e interpretam-nos de forma demasiado literal.

No estudo, publicado na revista Developmental Psychology, foram mostrados exemplos de conversas e foi-lhes pedido que as interpretassem. A conclusão foi a de que os mais jovens e os adultos com menos de 65 anos eram significativamente melhores a identificar o sarcasmo que os mais velhos.

"Descobrimos que as pessoas mais velhas são piores a detetar o sarcasmo e mais propensas a tomar o sentido literal, do que os jovens e os adultos", explica Louise Phillips, docente de Psicologia que liderou a investigação.

"Decidir como interpretar uma afirmação depende do contexto, do tom de voz de quem fala e dua sua expressão facial. Como isso é interpretado pode obiamente afetar o resultado da conversa e determinar como as relações de desenvolvem", adianta.

No entanto, ressalva a investigadora, esta "inaptidão" pode ter alguns benefícios nalgumas situações, uma vez que o sarcasmo pode ser consirado nefasto.

  • Despenalização da eutanásia votada na terça-feira no Parlamento
    2:04
  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28

    Economia

    Com o crescimento do turismo, que continua a bater recordes, as companhias aéreas querem profissionais para reforçar as rotas com maior procura e oferecer novos destinos. Só a TAP prevê contratar mais 700 pessoas este ano para várias funções, incluindo 300 tripulantes de cabina e 170 pilotos.

  • Trump remarca encontro com Kim Jong-un no Twitter
    2:33

    Mundo

    A Coreia do Sul e a Coreia do Norte reuniram-se pela segunda vez em menos de um mês. Os Presidentes dos dois países dizem que estão a cooperar para que a cimeira entre Washington e Pyongyang, em Singapura, seja um sucesso. Donald Trump regressou ao Twitter para remarcar a cimeira a 12 de junho.