sicnot

Perfil

Mundo

Idosos não entendem sarcasmo e "levam a peito" alguns comentários

Os idosos são menos capazes de detetar o sarcasmo que as pessoas mais novas, o que pode afetar as suas relações com amigos e com a própria família, sugerem investigadores da Universidade de Aberdeen, no Reino Unido.

Reuters

Os investigadores da Universidade de Aberdeen trabalharam com equipas da Universidade de Genebra e da Universidade de Londres e concluíram que em regra, as pessoas com mais de 65 anos compreendem mal os comentários sarcásticos e interpretam-nos de forma demasiado literal.

No estudo, publicado na revista Developmental Psychology, foram mostrados exemplos de conversas e foi-lhes pedido que as interpretassem. A conclusão foi a de que os mais jovens e os adultos com menos de 65 anos eram significativamente melhores a identificar o sarcasmo que os mais velhos.

"Descobrimos que as pessoas mais velhas são piores a detetar o sarcasmo e mais propensas a tomar o sentido literal, do que os jovens e os adultos", explica Louise Phillips, docente de Psicologia que liderou a investigação.

"Decidir como interpretar uma afirmação depende do contexto, do tom de voz de quem fala e dua sua expressão facial. Como isso é interpretado pode obiamente afetar o resultado da conversa e determinar como as relações de desenvolvem", adianta.

No entanto, ressalva a investigadora, esta "inaptidão" pode ter alguns benefícios nalgumas situações, uma vez que o sarcasmo pode ser consirado nefasto.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa. A Direção-Geral de Saúde vai divulgar ainda esta terça-feira as normas de orientação clínica para que os médicos possam lidar da melhor maneira com este surto.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Incêndio num estádio em Xangai destrói parte da bancada

    Mundo

    O Estádio Hongkou da equipa chinesa Shanghai Shenhua foi atingido esta terça-feira por um incêndio que acabou por danificar parte da bancada e algumas salas no interior da infraestrutura. Para o local, foi enviada uma equipa de bombeiros que conseguiu controlar as chamas.