sicnot

Perfil

Mundo

Idosos não entendem sarcasmo e "levam a peito" alguns comentários

Os idosos são menos capazes de detetar o sarcasmo que as pessoas mais novas, o que pode afetar as suas relações com amigos e com a própria família, sugerem investigadores da Universidade de Aberdeen, no Reino Unido.

Reuters

Os investigadores da Universidade de Aberdeen trabalharam com equipas da Universidade de Genebra e da Universidade de Londres e concluíram que em regra, as pessoas com mais de 65 anos compreendem mal os comentários sarcásticos e interpretam-nos de forma demasiado literal.

No estudo, publicado na revista Developmental Psychology, foram mostrados exemplos de conversas e foi-lhes pedido que as interpretassem. A conclusão foi a de que os mais jovens e os adultos com menos de 65 anos eram significativamente melhores a identificar o sarcasmo que os mais velhos.

"Descobrimos que as pessoas mais velhas são piores a detetar o sarcasmo e mais propensas a tomar o sentido literal, do que os jovens e os adultos", explica Louise Phillips, docente de Psicologia que liderou a investigação.

"Decidir como interpretar uma afirmação depende do contexto, do tom de voz de quem fala e dua sua expressão facial. Como isso é interpretado pode obiamente afetar o resultado da conversa e determinar como as relações de desenvolvem", adianta.

No entanto, ressalva a investigadora, esta "inaptidão" pode ter alguns benefícios nalgumas situações, uma vez que o sarcasmo pode ser consirado nefasto.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.