sicnot

Perfil

Mundo

Japoneses criam material resistente ao fogo a partir de células vegetais

Investigadores japoneses desenvolveram um material ligeiro, duradouro e resistente ao fogo feito a partir de células vegetais e resinas que pode ser usado no fabrico de partes de automóveis, comboios e aviões, informa hoje o jornal Asahi.

O material agora desenvolvido, feito a partir de células vegetais e resinas, pode ser usado no fabrico de partes de automóveis.

O material agora desenvolvido, feito a partir de células vegetais e resinas, pode ser usado no fabrico de partes de automóveis.

© Thomas Peter / Reuters (Arquivo)

Uma equipa da Universidade de Mie, no centro do Japão, estudou as funções da lignina, um polímero orgânico que se encontra nas paredes das células das plantas e nano fibras da celulose.

A lignina é um subproduto da indústria papeleira que não tem valor por si mesmo. Utilizando-a como elemento base, o grupo desenvolveu o seu "composto de nano celulose de fenol lignina" (LNCC, na sigla em inglês), que integra completamente as nano fibras da celulose dentro da resina, explicou o professor Masamitsu Funaoka, que lidera a equipa de cientistas, em declarações ao diário nipónico.

O LNCC obtém-se deixando as nano fibras de celulose e a resina reagirem uns minutos à temperatura e pressão ambiente.

Todas as plantas podem ser utilizadas para produzir este composto, de acordo com o especialista.

Os plásticos reforçados com fibra de vidro (PRFV) atualmente usado em setores como o automóvel são caros de reciclar, mas este composto de nano fibras vegetais poderia facilitar as tarefas de reciclagem.

Contudo, os investigadores têm um desafio pela frente até chegar à comercialização do material, dado que a integração das nano fibras de celulose solúveis em água em resina insolúvel é um processo complicado.

Os cientistas investigam agora métodos para conseguir uma produção em massa do material que leve à sua comercialização.

Lusa

  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.