sicnot

Perfil

Mundo

John Kerry pede acesso humanitário "completo" a cidades cercadas na Síria

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, pediu hoje acesso humanitário "completo" às cidades cercadas na Síria, como a cidade de Madaya onde a população assistiu hoje à chegada dos primeiros comboios de ajuda alimentar.

Mandel Ngan

"Devemos ter um acesso completo (....) pressionamos todas as partes", respondeu brevemente Kerry aos jornalistas, ao receber em Washington o rei Abdallah II da Jordânia.

O chefe da diplomacia norte-americana recordou que o acesso das organizações humanitárias está incluído nas exigências da resolução do Conselho de Segurança de 18 de dezembro sobre o processo político na Síria, adotada após três reuniões das grandes potências e das potências regionais em Viena e Nova Iorque no final de 2015.

Os primeiros camiões com alimentos, medicamentos e cobertores entraram hoje em Madaya, uma cidade síria cercada há seis meses pelo exército e onde a população se confronta com uma grande escassez de alimentos e outros produtos básicos.

Em simultâneo, três outros camiões entraram em Foua e três outros em Kafraya, duas localidades xiitas cercadas pelos rebeldes na província de Idleb (noroeste), a cerca de 300 quilómetros de Damasco.

Washington reivindica o primeiro lugar como doador bilateral de ajuda humanitária aos milhões de refugiados e deslocados devido à guerra civil na Síria. A administração norte-americana anuncia regularmente um aumento da sua doação destinada aos agentes da ONU e de ONG que trabalham sobre este conflito.

O montante disponibilizado pelos EUA ascende atualmente a 4,5 mil milhões de dólares desde o início da crise síria, na primavera de 2011.

Lusa

  • Lei que permite a entrada de animais em espaços de restauração gera dúvidas
    2:23

    País

    A lei que permite a entrada de animais de companhia em estabelecimentos de restauração, que entrou hoje em vigor, está a gerar dúvidas para os proprietários. Até ao momento são poucos os estabelecimentos que aderiram e a previsão é para que assim continue. A DECO questionou 1800 pessoas sobre a presença dos animais nos restaurantes e apenas 25% votou a favor.

  • Trump arrasa restaurante que expulsou a sua assessora de imprensa

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, arrasou um restaurante da Virgínia que recusou servir a sua assessora de imprensa, Sarah Huckabee Sanders, escrevendo na sua conta de Twitter que o restaurante se devia concentrar na limpeza dos seus toldos e portas "imundos".