sicnot

Perfil

Mundo

México diz que 80% dos criminosos mais perigosos deixaram de ser ameaça

O Presidente mexicano disse hoje que 80% dos criminosos mais perigosos do país deixaram de ser ameaça e que a detenção de "El Chapo" Guzmán acredita a coordenação das instituições a favor da segurança e do Estado de Direito.

© Edgard Garrido / Reuters

A detenção de Joaquín "El Chapo" Guzmán, o "criminoso mais procurado do mundo", acredita a coordenação das instituições mexicanas em favor da segurança e do Estado de Direito, afirmou Enrique Peña Nieto, numa mensagem a propósito do Ano Novo, transmitida pela televisão.

"Com esta ação, 98 dos 122 delinquentes mais perigosos já não representam uma ameaça para a sociedade", realçou.

Peña Nieto reconheceu que ainda existem "desafios", os quais o país está, no entanto, a enfrentar com "visão e determinação".

"Apesar do complexo ambiente internacional de alta volatilidade cambial e financeira, a economia mexicana tem estabilidade e está a crescer", disse, sublinhando que graças às reformas estruturais impulsionadas pelo seu Governo, o país está melhor preparado para "enfrentar e aproveitar esta conjuntura".

O Presidente mexicano elencou alguns resultados das reformas, como a revisão em baixa dos preços da gasolina e do 'diesel', desde 01 de janeiro, "pela primeira vez em 24 anos", bem como o novo corte nas tarifas de eletricidade das casas, lojas e indústrias do México.

Lusa

  • Imagens da operação militar que levou à recaptura de "El Chapo"
    1:48

    Mundo

    As imagens divulgadas esta segunda-feira pelo Governo mexicano são da operação militar que permitiu, na última semana, a recaptura de "El Chapo", um dos narcotraficantes mais procurados do mundo. Entretanto, soube-se também que a extradição para os Estados Unidos levará pelo menos um ano. Os advogados preparam os recursos legais e as autoridades temem já que "El Chapo" volte a fugir da prisão.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51