sicnot

Perfil

Mundo

Universidade retira títulos honorários a Bill Cosby devido a escândalos sexuais

A Universidade George Washington, da capital dos Estados Unidos, retirou, esta segunda-feira, o doutoramento honoris causa concedido ao comediante Bill Cosby em 1997, depois dos múltiplos escândalos sexuais revelados nos últimos meses.

Bill Cosby enfrenta pela primeira vez os tribunais por abuso sexual, crime de que foi acusado ao longo dos anos por cerca de 50 mulheres, o que lesou a sua imagem pública.

Bill Cosby enfrenta pela primeira vez os tribunais por abuso sexual, crime de que foi acusado ao longo dos anos por cerca de 50 mulheres, o que lesou a sua imagem pública.

© Mark Makela / Reuters

Num comunicado, o presidente da universidade, Steven Knapp, garante que a controvérsia gerada em torno do ator está a causar "uma nova aflição" entre as estudantes vítimas de assédio sexual.

"Isto faz com que este caso seja diferente e, por isso, decidi que a universidade vai rescindir o título honorário do senhor Cosby", afirmou Knapp.

Os advogados do ator apresentaram, também na segunda-feira, uma ação no tribunal do condado de Montgomery, na Pensilvânia, em que pedem que sejam retiradas as acusações apresentadas no âmbito de um caso de assédio sexual, argumentando que a atuação do Ministério Público foi "ilegal, imprópria e antiética".

Segundo a defesa de Cosby, o Ministério Público comprometeu-se em 2004 a nunca mais acusar o comediante por um caso de alegado assédio sexual a Andrea Constand, uma antiga funcionária da Universidade de Temple, em troca de testemunhar num outro caso relacionado.

Contudo, a 30 de dezembro, foi acusado relativamente a este caso em que a vítima sustenta que Bill Cosby a drogou e a violou na sua mansão na cidade de Filadélfia.

A pena pelos atos de que é acusado - e que, segundo Andrea Constand, uma canadiana agora com 42 anos, tiveram lugar no início de 2004 - pode ir até aos dez anos de prisão.

A estrela de Hollywood enfrenta pela primeira vez os tribunais por abuso sexual, crime de que foi acusado ao longo dos anos por cerca de 50 mulheres, o que lesou a sua imagem pública.

A acusação formal no caso de Andrea Constand teve lugar poucos dias antes do fim dos 12 anos que, de acordo com a lei da Pensilvânia, constituem o prazo legal para a prescrição de um crime de delito sexual.

O ator norte-americano Bill Cosby encontra-se em liberdade a aguardar julgamento após pagar 10% da sua fiança de um milhão de dólares.

O Ministério Público agiu depois de, a 14 de dezembro, Bill Cosby ter acusado de difamação sete das 50 mulheres que se dizem vítimas de abuso sexual e que, segundo os advogados do protagonista de "The Cosby Show", estão a mentir com o objetivo de lesar a sua reputação e obter dinheiro.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.