sicnot

Perfil

Mundo

Turquia detém 65 suspeitos após atentado suicida em Istambul

Um total de 65 pessoas, incluindo três russos e 15 sírios, acusadas de estarem relacionadas com o grupo extremista Estado Islâmico (EI), foram detidas hoje, um dia depois do atentado suicida que provocou dez mortos em Istambul.

© Osman Orsal / Reuters

Segundo a agência Dogan, entre os suspeitos figuram três russos, que foram detidos em Antalya, na costa mediterrânea, e 15 sírios e um cidadão turco que foram detidos na capital turca, Ancara.

As forças de segurança apreenderam documentos nos lugares onde decorreram as detenções.

A polícia suspeita que os detidos em Ancara esta manhã estariam a recolher informação sobre os edifícios públicos na capital.

A operação de maior envergadura no âmbito do atentado de terça-feira ocorreu em Sanliurfa, perto da fronteira com a Síria, onde foram detidos 21 suspeitos.

Em Kilis, na fronteira síria, foram detidos outros quatro estrangeiros, que se acredita terem chegado da Síria e que são acusados de pertencer ao EI.

Dois deles são menores de idade e forma entregues aos pais, enquanto os dois adultos foram acusados de pertencerem a um grupo terrorista.

Outros 21 suspeitos foram detidos em cidades da província de Mersin, na vizinha Adana e em Diyarbakir, a principal cidade das regiões de maioria curda.

Lusa

  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Inspetores do SEF cansados das promessas do Governo
    1:00

    País

    O sindicato do SEF garante que a segurança contra o terrorismo vai ser assegurada na greve de quinta-feira e sexta-feira nos aeroportos. Acácio Pereira, do sindicato, diz que os inspetores são quase escravos e que estão fartos das promessas do Governo. A greve deverá afetar cerca de 30 mil pessoas. 

  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".