sicnot

Perfil

Mundo

Ataques à bomba no centro de Jacarta fazem cinco mortos

Pelo menos cinco pessoas, entre eles dois polícias, morreram hoje num conjunto de ataques à bomba próximo de um centro comercial no centro da capital indonésia, Jacarta, segundo a agência indonésia Antara.

© Beawiharta Beawiharta / Reute

Fonte policial citada pela AFP confirmou, no entanto, até agora, apenas quatro mortos, três civis e um agente policial, com jornalistas australianos a referirem que entre as vítimas poderão estar alguns dos elementos responsáveis pelos ataques de hoje.

Testemunhas citadas nos meios de comunicação social locais referem-se a pelo menos seis explosões, próximo do centro comercial Sarinah, com relatos de tiroteio entre a polícia e um grupo de pessoas ainda não identificado e de número não conhecido.

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram pelo menos uma das explosões, de pequena dimensão, em frente ao centro comercial Sarinah, localizado na mesma rua onde está o escritório das Nações Unidas em Jakarta.

A televisão australiana ABC cita uma nota interna da ONU para os funcionários em Jacarta que indica que um dos seus funcionários poderá ter ficado ferido nas explosões.

"Caros colegas, mais explosões e disparos na zona. Aparentemente estão a usar armas e granadas. Estamos num perímetro no edifício da ONU, protegidos por pessoal armado. Podemos ter um funcionário da ONU ferido na explosão inicial", refere a nota.

A origem exata das explosões ainda não foi confirmada pelas autoridades, com jornalistas indonésios e estrangeiros a referirem-se a bombas, granadas e até à ação de pelo menos dois bombistas suicidas.

Testemunhas citadas pela imprensa internacional referem-se a um grupo de pelo menos cinco atacantes incluindo três bombistas suicidas que se fizeram explodir num café da marca Starbucks.

Outros jornalistas no local referem que um grupo de até seis atacantes pode estar barricado no edifício Skyline, próximo ao local das explosões iniciais.

A televisão indonésia TVOne noticiou entretanto terem ocorrido três outras explosões noutros pontos da capital, nomeadamente, nos bairros de Cikni, Silpi e Kuningan, em dois casos, próximo das embaixas da Turquia e do Paquistão.

Imagens divulgadas pelas redes sociais e pela imprensa indonésia e estrangeira mostram o impacto de uma das explosões, com pelo menos três corpos na rua e um posto de polícia parcialmente destruído.

Lusa

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11
  • Uma foto para a história

    Mundo

    As mulheres dos líderes mundiais que se reúnem nas cimeiras da NATO posam para a fotografia oficial das primeiras-damas. A deste ano é histórica. Pela primeira vez, há um marido de um primeiro-ministro entre as nove mulheres. Trata-se de Gauthier Destenay, casado com o líder do Luxemburgo.