sicnot

Perfil

Mundo

Ataques à bomba no centro de Jacarta fazem cinco mortos

Pelo menos cinco pessoas, entre eles dois polícias, morreram hoje num conjunto de ataques à bomba próximo de um centro comercial no centro da capital indonésia, Jacarta, segundo a agência indonésia Antara.

© Beawiharta Beawiharta / Reute

Fonte policial citada pela AFP confirmou, no entanto, até agora, apenas quatro mortos, três civis e um agente policial, com jornalistas australianos a referirem que entre as vítimas poderão estar alguns dos elementos responsáveis pelos ataques de hoje.

Testemunhas citadas nos meios de comunicação social locais referem-se a pelo menos seis explosões, próximo do centro comercial Sarinah, com relatos de tiroteio entre a polícia e um grupo de pessoas ainda não identificado e de número não conhecido.

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram pelo menos uma das explosões, de pequena dimensão, em frente ao centro comercial Sarinah, localizado na mesma rua onde está o escritório das Nações Unidas em Jakarta.

A televisão australiana ABC cita uma nota interna da ONU para os funcionários em Jacarta que indica que um dos seus funcionários poderá ter ficado ferido nas explosões.

"Caros colegas, mais explosões e disparos na zona. Aparentemente estão a usar armas e granadas. Estamos num perímetro no edifício da ONU, protegidos por pessoal armado. Podemos ter um funcionário da ONU ferido na explosão inicial", refere a nota.

A origem exata das explosões ainda não foi confirmada pelas autoridades, com jornalistas indonésios e estrangeiros a referirem-se a bombas, granadas e até à ação de pelo menos dois bombistas suicidas.

Testemunhas citadas pela imprensa internacional referem-se a um grupo de pelo menos cinco atacantes incluindo três bombistas suicidas que se fizeram explodir num café da marca Starbucks.

Outros jornalistas no local referem que um grupo de até seis atacantes pode estar barricado no edifício Skyline, próximo ao local das explosões iniciais.

A televisão indonésia TVOne noticiou entretanto terem ocorrido três outras explosões noutros pontos da capital, nomeadamente, nos bairros de Cikni, Silpi e Kuningan, em dois casos, próximo das embaixas da Turquia e do Paquistão.

Imagens divulgadas pelas redes sociais e pela imprensa indonésia e estrangeira mostram o impacto de uma das explosões, com pelo menos três corpos na rua e um posto de polícia parcialmente destruído.

Lusa

  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Já há destinos esgotados para o Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • As crianças que estão a morrer à fome em África

    Mundo

    A UNICEF alertou esta terça-feira que a má nutrição aguda que afeta a Nigéria, Somália, Sudão do Sul e Iémen coloca este ano em "iminente" risco de morte 1,4 milhões de crianças devido à fome que existe naqueles países. São milhares de casos de um incessante desespero numa luta diária pela sobrevivência.

  • Cães desfilam no Rio de Janeiro
    1:00

    Mundo

    O tradicional cortejo de Carnaval brasileiro só acontece daqui a uns dias, mas no Rio de Janeiro já há inúmeros desfiles pelas ruas. Na praia de Copacabana, os animais mascararam-se de humanos.