sicnot

Perfil

Mundo

Áustria ameaça travar entrada de migrantes

A Áustria anunciou hoje que vai endurecer os controlos fronteiriços, travando a entrada no seu território a todos os migrantes que pretendam seguir caminho e pedir asilo em países do norte da Europa.

© Leonhard Foeger / Reuters


"Neste momento, na fronteira entre a Áustria e a Alemanha, só aqueles que procuram asilo na Alemanha têm autorização para entrar. Aqueles que querem ir mais longe estão a ser mandados de volta", afirmou a ministra do Interior austríaca, Johanna Mikl-Leitner, em declarações à rádio pública Oe1.

"Vamos travar essas pessoas diretamente na nossa fronteira a sul [com a Eslovénia] a partir do final da próxima semana", prosseguiu a representante austríaca.

Durante 2015, a Áustria tornou-se num importante país de trânsito para as centenas de milhares de migrantes e refugiados que entraram na União Europeia (UE). A grande maioria destas pessoas desejava entrar na Alemanha ou seguir caminho para o norte da Europa, nomeadamente para a Suécia.

Na semana passada, as autoridades de Estocolmo reforçaram os controlos fronteiriços, medida que foi seguida pela Dinamarca. Também Berlim decidiu enviar de volta para a Áustria qualquer migrante que não deseje permanecer no território alemão.

Segundo a ministra austríaca, são "200 a 300" migrantes que são barrados diariamente na fronteira alemã, do lado da Baviera, e reenviados para a Áustria.

Desde dezembro último, Viena já recusou a entrada a 2.568 pessoas que entraram a partir da Eslovénia, devido a problemas com os respetivos documentos de identidade, de acordo com as autoridades eslovenas.

O semanário alemão Der Spiegel avançou esta semana, na sua edição na Internet, que a Áustria estava em negociações com a Croácia e a Eslovénia sobre o possível envio da polícia austríaca para as respetivas fronteiras para apoiar o reencaminhamento dos migrantes.

Luisa

  • "PCP não é força de suporte do Governo"
    2:11

    País

    Ao segundo dia de congresso comunista, ouviu-se o aviso mais forte, até agora, ao PS. João Oliveira, líder parlamentar do partido, diz que o PCP não se diluiu e que não é suporte do Governo. Já Jerónimo de Sousa deixou elogios à excelente geração de jovens que estão na frente política do PCP.

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.