sicnot

Perfil

Mundo

Áustria ameaça travar entrada de migrantes

A Áustria anunciou hoje que vai endurecer os controlos fronteiriços, travando a entrada no seu território a todos os migrantes que pretendam seguir caminho e pedir asilo em países do norte da Europa.

© Leonhard Foeger / Reuters


"Neste momento, na fronteira entre a Áustria e a Alemanha, só aqueles que procuram asilo na Alemanha têm autorização para entrar. Aqueles que querem ir mais longe estão a ser mandados de volta", afirmou a ministra do Interior austríaca, Johanna Mikl-Leitner, em declarações à rádio pública Oe1.

"Vamos travar essas pessoas diretamente na nossa fronteira a sul [com a Eslovénia] a partir do final da próxima semana", prosseguiu a representante austríaca.

Durante 2015, a Áustria tornou-se num importante país de trânsito para as centenas de milhares de migrantes e refugiados que entraram na União Europeia (UE). A grande maioria destas pessoas desejava entrar na Alemanha ou seguir caminho para o norte da Europa, nomeadamente para a Suécia.

Na semana passada, as autoridades de Estocolmo reforçaram os controlos fronteiriços, medida que foi seguida pela Dinamarca. Também Berlim decidiu enviar de volta para a Áustria qualquer migrante que não deseje permanecer no território alemão.

Segundo a ministra austríaca, são "200 a 300" migrantes que são barrados diariamente na fronteira alemã, do lado da Baviera, e reenviados para a Áustria.

Desde dezembro último, Viena já recusou a entrada a 2.568 pessoas que entraram a partir da Eslovénia, devido a problemas com os respetivos documentos de identidade, de acordo com as autoridades eslovenas.

O semanário alemão Der Spiegel avançou esta semana, na sua edição na Internet, que a Áustria estava em negociações com a Croácia e a Eslovénia sobre o possível envio da polícia austríaca para as respetivas fronteiras para apoiar o reencaminhamento dos migrantes.

Luisa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.