sicnot

Perfil

Mundo

Presidente da Venezuela decreta estado de "emergência económica" por 60 dias

O Presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, decretou hoje o estado de "emergência económica" por 60 dias, na sequência da crise económica e política que o país atravessa, de acordo com o Boletim Oficial do Estado venezuelano.

© Handout . / Reuters

O novo ministro da Economia da Venezuela, Luis Salas, nomeado por Nicolas Maduro após as eleições, vai organizar uma conferência de imprensa para avançar detalhes sobre as medidas do decreto, que não foram ainda divulgadas.

Nicolas Maduro, que às 21:30 GMT explicará aos deputados as linhas da sua política, cumprindo uma exigência da Constituição venezuelana para todos os meses de janeiro, deverá também facultar mais informações sobre a decisão.

Maduro terá esta noite pela frente um parlamento hostil, dominado por opositores que deram seis meses até à queda do Presidente.

Reunidos na coligação Mesa da Unidade Democrática (MUD), os partidos que se opunham a Hugo Chávez, o ex-Presidente venezuelano que esteve no poder entre 1999 e 2013, ano da sua morte, obtiveram uma vitória esmagadora nas eleições parlamentares de 06 de dezembro, conquistando 112 dos 167 assentos parlamentares.

Um dia após o ato eleitoral, Nicolas Maduro anunciou que apresentaria em breve um plano de emergência económica para o país, onde os problemas quotidianos de escassez e a inflação galopante (200%, segundo especialistas) desencadearam um descontentamento popular que beneficiou a oposição.

A Venezuela tem das maiores reservas petrolíferas do mundo, mas a sua economia entrou em queda acentuada nos últimos meses devido à baixa do preço do petróleo.

Lusa

  • CGD terá de reconhecer imparidades e prepara saída de 2 mil funcionários
    2:45

    Caso CGD

    O novo plano estratégico da Caixa está pronto e foi entregue há duas semanas ao Ministério das Finanças. A SIC sabe que está a ser preparada a saída de 2 mil trabalhadores e que o banco terá de reconhecer imparidades. O Expresso diz que a CGD vai fechar o ano com prejuízos que podem chegar aos 3 mil milhões de euros.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.