sicnot

Perfil

Mundo

Presidente da Venezuela decreta estado de "emergência económica" por 60 dias

O Presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, decretou hoje o estado de "emergência económica" por 60 dias, na sequência da crise económica e política que o país atravessa, de acordo com o Boletim Oficial do Estado venezuelano.

© Handout . / Reuters

O novo ministro da Economia da Venezuela, Luis Salas, nomeado por Nicolas Maduro após as eleições, vai organizar uma conferência de imprensa para avançar detalhes sobre as medidas do decreto, que não foram ainda divulgadas.

Nicolas Maduro, que às 21:30 GMT explicará aos deputados as linhas da sua política, cumprindo uma exigência da Constituição venezuelana para todos os meses de janeiro, deverá também facultar mais informações sobre a decisão.

Maduro terá esta noite pela frente um parlamento hostil, dominado por opositores que deram seis meses até à queda do Presidente.

Reunidos na coligação Mesa da Unidade Democrática (MUD), os partidos que se opunham a Hugo Chávez, o ex-Presidente venezuelano que esteve no poder entre 1999 e 2013, ano da sua morte, obtiveram uma vitória esmagadora nas eleições parlamentares de 06 de dezembro, conquistando 112 dos 167 assentos parlamentares.

Um dia após o ato eleitoral, Nicolas Maduro anunciou que apresentaria em breve um plano de emergência económica para o país, onde os problemas quotidianos de escassez e a inflação galopante (200%, segundo especialistas) desencadearam um descontentamento popular que beneficiou a oposição.

A Venezuela tem das maiores reservas petrolíferas do mundo, mas a sua economia entrou em queda acentuada nos últimos meses devido à baixa do preço do petróleo.

Lusa

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.