sicnot

Perfil

Mundo

Libertados 21 mexicanos raptados por um grupo armado no Estado de Guerrero

Foram libertados os 21 mexicanos que tinham sido raptados há uma semana por um grupo armado, no violento Estado de Guerrero, onde grande parte dos raptos acaba em morte.

© Henry Romero / Reuters

O grupo foi encontrado numa estrada secundária, todos de olhos vendados. Às autoridades disseram apenas que andaram dias a pé e que apenas lhes foi dito que iriam ser libertados porque o grupo era de auto-defesa e não uma rede criminosa.


Dezassete dos 21 raptados foram interceptados há precisamente uma semana, a caminho de um casamento. Pelo menos duas pessoas foram assassinadas no local, à queima roupa e uma outra aparaceu morta na última quarta-feira.


Dois dias depois foram raptados outros 5 professores, incluindo o diretor de um liceu que acabou por morrer, vítima de um ataque de asma no dia do rapto.


O estado de Guerrero é conhecido pela violência armada, pela corrupção e pelo tráfico de droga. Foi precisamente nesta zona que mais de 40 professores estagiários desapareceram, há um ano. Suspeita-se que tenham sido massacrados num caso que despoletou uma vaga de protestos contra a violência no México.

  • O mais sério aviso de Marcelo Rebelo de Sousa ao Governo
    3:15
  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • O sorriso de Jorge Jesus quando soube que o símbolo da Juventus mudou
    1:21

    Desporto

    A Juventus surpreendeu grande parte do mundo do futebol quando alterou completamente o emblema. Agora, o símbolo faz lembrar as iniciais do nome do treinador do Sporting. Jorge Jesus não sabia, mas ficou esta terça-feira a saber e parece ter gostado. O técnico de Alvalade regressa quarta-feira ao estádio da equipa italiana, que conhece muito bem.