sicnot

Perfil

Mundo

Português morto em atentado no Burkina Faso

Um cidadão português é uma das vítimas mortais no ataque de sexta-feira contra um hotel e restaurante de Ouagadougou, capital do Burkina Faso, segundo fonte da Secretaria de Estado das Comunidades.

O homem residia em França, era casado com uma francesa e pai de quatro filhos. Estava no Burkina Faso ao serviço de uma empresa.

Esta manhã, o Governo francês- que identificou a vítima - deverá transmitir mais informações às autoridades nacionais, numa altura em que ainda decorrem as operações de identificação dos corpos.

Sabe-se também que outro português, consultor da União Europeia, estava no hotel na altura do ataque, mas escapou ileso.

O atentado, reinvindicado pela Al-Qaeda do Magrebe Islâmico, fez 29 mortos, provenientes de 18 países.

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14