sicnot

Perfil

Mundo

Balões de hélio norte-coreanos espalharam um milhão de panfletos na Coreia do Sul

A Coreia do Norte espalhou um milhão de panfletos na Coreia do Sul na semana passada usando balões de hélio, revelou hoje Seul, num novo episódio da guerra de propaganda entre os dois países desde o recente teste nuclear norte-coreano.

Kim Jong-Un, líder da Coreia do Norte

Kim Jong-Un, líder da Coreia do Norte

reuters

Os panfletos foram enviados pelos norte-coreanos para o outro lado da fronteira comum usando balões de hélio e são, aparentemente, uma resposta à difusão de propaganda da Coreia do Sul através de altifalantes gigantes colocados também na fronteira e orientados para Norte.

A Coreia do Norte já tinha respondido a estas emissões, que incluem música pop sul-coreana e mensagens políticas, ligando os seus próprios altifalantes e transmitindo a sua propaganda para o outro lado.

No entanto, Seul dispõe de uma tecnologia mais potente e reivindicou recentemente vitória nesta batalha de decibéis.

O ministro da Defesa da Coreia do Sul disse hoje que os panfletos estão a ser enviados diariamente pelo regime de Pyongyang e estimou que tenham alcançado um milhão numa semana.

A maioria foi encontrada perto da fronteira, na província de Gyonggi, mas alguns chegaram a Seul.

A Coreia do Norte equipa os balões com temporizadores, para tentar controlar a sua explosão e o local onde os panfletos são espalhados, segundo o mesmo ministro.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".