sicnot

Perfil

Mundo

Deputados ocupam Parlamento da Guiné-Bissau durante a noite para travar opositores

Deputados dos diferentes partidos da Assembleia Nacional Popular (ANP) da Guiné-Bissau continuam no hemiciclo durante a noite para prevenir que as forças políticas opositoras quebrem a suspensão dos trabalhos, disseram à Lusa alguns parlamentares.

O ambiente é sereno, há conversas entre as diferentes bancadas e até comida caseira tem sido levada para a sala, a par de geradores elétricos e velas para iluminação, segundo descreveram.

O grupo de 15 deputados expulsos do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) e que perderam o mandato - mas que rejeitam a sanção - permanece no Parlamento com receio de que, caso saiam, o PAIGC concretize a sua substituição e aprove o programa de Governo, referiu um dos deputados.

O grupo conta com o apoio da oposição do Partido da Renovação Social (PRS), também na sala.

Por seu lado, deputados do PAIGC continuam a ocupar os lugares, por não saber o que podem fazer os opositores.

O "grupo dos 15" e a bancada do PRS juntaram-se numa nova maioria que após interrompida a sessão na segunda-feira, e à revelia da mesa da Assembleia, elegeu uma nova liderança do Parlamento e aprovou moções de censura e de rejeição do programa de Governo, documentos entregues na Presidência da República para promulgação.

O chefe de Estado, José Mário Vaz, encontra-se na capital depois de uma deslocação à terra natal (no norte do país) durante o fim de semana, mas ainda não se pronunciou, enquanto o presidente da Assembleia, Cipriano Cassamá, considerou nulos todos os atos que se seguiram à suspensão da sessão.

Esta noite, os deputados que ocupam a sala da assembleia, sem mesa em funções, nem trabalhos em curso, pretendem por ali ficar até à meia-noite, segundo explicaram alguns deles à Lusa.

Na quarta-feira, e apesar de ser feriado na Guiné-Bissau, tanto um lado como o outro prometem estar atentos e voltar às instalações da ANP se os opositores assim o fizerem.

Para quinta-feira está agendada nova tentativa de prosseguir com os trabalhos do Parlamento, anunciou hoje o presidente em exercício, Inácio Correia, ao suspender a sessão após novos protestos.

A continuidade do Governo do PAIGC depende da aprovação do respetivo programa.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC