sicnot

Perfil

Mundo

Forças curdas destruíram milhares de casas no norte do Iraque

Forças curdas, parceiras da coligação internacional antiterrorismo, destruíram milhares de casas no norte do Iraque, numa tentativa aparente de deslocar as populações árabes, alertou esta quarta-feira a Amnistia Internacional (AI).

Um responsável curdo rejeitou as acusações da organização não-governamental de defesa dos direitos humanos (com sede em Londres), referindo que a destruição foi causada por combates. (Arquivo)

Um responsável curdo rejeitou as acusações da organização não-governamental de defesa dos direitos humanos (com sede em Londres), referindo que a destruição foi causada por combates. (Arquivo)

© Thaier Al-Sudani / Reuters

Um responsável curdo rejeitou as acusações da organização não-governamental de defesa dos direitos humanos (com sede em Londres), referindo que a destruição foi causada por combates.

A AI afirma que essa destruição ocorreu após a retomada pelas forças curdas de áreas antes controladas pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI), que ocupou regiões do norte do Iraque e a leste de Bagdad em 2014, além do norte da Síria.

"As forças (da região autónoma iraquiana do Curdistão) parecem conduzir uma campanha deliberada para deslocar à força as populações árabes", afirmou Donatella Rovera, conselheira para as situações de crise da Amnistia Internacional.

"A deslocação de civis pela força e a destruição deliberada de suas casas e bens sem justificação militar pode ser equiparado a crime de guerra", declarou.

A AI indicou que imagens de satélite mostram sinais de "vasta destruição".

"As forças 'peshmerga' do governo regional do Curdistão e as milícias curdas destruíram milhares de casas com 'bulldozers', fazendo-as explodir ou queimando-as com a aparente intenção de deslocar as populações árabes", precisou a ONG.

Lusa

  • Austrália e Iraque unidos contra o Daesh
    0:47

    Daesh

    Numa visita surpresa ao Iraque, o primeiro-ministro australiano reuniu-se com o homólogo iraquiano para discutir entre outros assuntos a luta contra o Daesh. Malcom Turnbull agradeceu o contributo das forças de segurança iraquianas no combate aos terroristas.

  • Governo admite subir preço da água para promover a poupança
    3:48

    Economia

    O Governo admite aumentar o preço da água para promover a poupança, numa altura em que o país está em seca extrema. Contudo, a eficácia da medida está comprometida pelo menos no imediato. Qualquer mexida no preço só poderá acontecer em 2019 porque as tarifas do próximo ano já estão decididas.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • Cobra encontrada em comboio na Indonésia
    0:26

    Mundo

    Um passageiro usou as próprias mãos para retirar uma cobra que estava dentro de um comboio em Jacarta, na Indonésia. O vídeo foi gravado por um passageiro na passada terça-feira, 21 de novembro. A cobra estava na parte de cima da carruagem. Algumas testemunhas dizem que o réptil escapou da bagagem de um dos passageiros.

  • Pense bem antes de beijar um colega

    Mundo

    O tribunal da província espanhola de Huesca aceitou o pedido de indemnização de uma mulher que foi vítima de assédio sexual por parte de um colega de trabalho. A mulher terá pedido boleia ao colega que, dentro do carro, lhe passou a mão pelas pernas, mas não ficou por aí.

    SIC