sicnot

Perfil

Mundo

Forças curdas destruíram milhares de casas no norte do Iraque

Forças curdas, parceiras da coligação internacional antiterrorismo, destruíram milhares de casas no norte do Iraque, numa tentativa aparente de deslocar as populações árabes, alertou esta quarta-feira a Amnistia Internacional (AI).

Um responsável curdo rejeitou as acusações da organização não-governamental de defesa dos direitos humanos (com sede em Londres), referindo que a destruição foi causada por combates. (Arquivo)

Um responsável curdo rejeitou as acusações da organização não-governamental de defesa dos direitos humanos (com sede em Londres), referindo que a destruição foi causada por combates. (Arquivo)

© Thaier Al-Sudani / Reuters

Um responsável curdo rejeitou as acusações da organização não-governamental de defesa dos direitos humanos (com sede em Londres), referindo que a destruição foi causada por combates.

A AI afirma que essa destruição ocorreu após a retomada pelas forças curdas de áreas antes controladas pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI), que ocupou regiões do norte do Iraque e a leste de Bagdad em 2014, além do norte da Síria.

"As forças (da região autónoma iraquiana do Curdistão) parecem conduzir uma campanha deliberada para deslocar à força as populações árabes", afirmou Donatella Rovera, conselheira para as situações de crise da Amnistia Internacional.

"A deslocação de civis pela força e a destruição deliberada de suas casas e bens sem justificação militar pode ser equiparado a crime de guerra", declarou.

A AI indicou que imagens de satélite mostram sinais de "vasta destruição".

"As forças 'peshmerga' do governo regional do Curdistão e as milícias curdas destruíram milhares de casas com 'bulldozers', fazendo-as explodir ou queimando-as com a aparente intenção de deslocar as populações árabes", precisou a ONG.

Lusa

  • Austrália e Iraque unidos contra o Daesh
    0:47

    Daesh

    Numa visita surpresa ao Iraque, o primeiro-ministro australiano reuniu-se com o homólogo iraquiano para discutir entre outros assuntos a luta contra o Daesh. Malcom Turnbull agradeceu o contributo das forças de segurança iraquianas no combate aos terroristas.

  • CDS quer que Governo revele detalhes do negócio do Novo Banco
    0:46

    Economia

    O CDS considera fundamental que o Governo revele os detalhes do negócio do Novo Banco para que pare com a especulação. Os centristas guardam uma posição política para depois de serem conhecidos os pormenores e lembram, mais uma vez, que o Executivo tem uma maioria parlamentar de Esquerda que o apoia.

  • ASAE faz doação de roupa apreendida
    1:15

    País

    A ASAE doou cerca de 200 peças de vestuário à Associação CAIS, apreendidas em ações de fiscalização. O valor destas peças é de quase 10 mil euros. Em 2016, a ASAE fez 100 ações de doação, um total de aproximadamente 14 mil peças.

  • PSD tem dúvidas sobre legalidade da taxa de proteção civil de Lisboa
    0:33

    País

    O PSD disse esta quarta-feira que a taxa de proteção civil da Câmara de Lisboa é um imposto e tem dúvidas sobre a legalidade. Numa reação ao envio deste diploma para o Tribunal Constitucional pelo Provedor de Justiça, os sociais-democratas deixaram ainda a promessa de acabar com a taxa, caso vençam as eleições na capital.

  • Conheça o Spa para recém-nascidos
    1:28

    Mundo

    Chama-se Baby Spa Perth e fica na Austrália. Nos últimos dias, o mundo ficou a conhecer este spa graças às fotografias dos bebés com as boias, que se tornaram virais nas redes sociais. O spa tem hidroterapia personalizada e massagens relaxantes. A boia, Bubby, permite que os bebés possam flutuar na água, sozinhos e em segurança.

    Patrícia Almeida

  • A rã que brilha no escuro
    2:08

    Mundo

    É a última descoberta do reino animal. Foi encontrada acidentalmente na Argentina uma nova espécie de rã, fluorescente.