sicnot

Perfil

Mundo

Guia supremo do Irão condena ataque à embaixada saudita

O guia supremo do Irão, o 'ayatollah' Ali Khamenei, condenou hoje publicamente pela primeira vez o ataque de 02 de janeiro à embaixada da Arábia Saudita em Teerão como "um ataque ao país e ao Islão".

"Ayatollah" Ali Khamenei

"Ayatollah" Ali Khamenei

© Stringer Iran / Reuters

Lançado por manifestantes em protesto pela execução de um clérigo xiita saudita, o ataque, "como o [de 2011] à embaixada britânica, foi contra o país [Irão] e o Islão e eu não gostei", disse Khamenei.

Os incidentes de 02 de janeiro levaram a um corte das relações entre as duas potências regionais.

O presidente iraniano, Hassan Rohani, e outros responsáveis políticos já tinham condenado os incidentes e anunciado medidas contra os envolvidos, mas Khamenei, que é a primeira figura religiosa e política do país, ainda não se tinha pronunciado.

Segundo os 'media' iranianos, cerca de 140 pessoas foram detidas por suspeita de participação no ataque.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.