sicnot

Perfil

Mundo

Movimento talibã reivindica ataque que fez 21 mortos no Paquistão

GALERIA DE FOTOS

O movimento talibã paquistanês reivindicou o ataque à Universidade de Charsadda, no noroeste do Paquistão, que fez 21 mortos e mais de 50 feridos.

© Reuters TV / Reuters

Mohammad Sajjad

Anjum Naveed

Mohammad Sajjad

Mohammad Sajjad

Mohammad Sajjad

Mohammad Sajjad

© Fayaz Aziz / Reuters

© Reuters TV / Reuters

© Reuters TV / Reuters

© Reuters TV / Reuters

© Reuters TV / Reuters

© Fayaz Aziz / Reuters

© Fayaz Aziz / Reuters

© Reuters TV / Reuters

© Reuters TV / Reuters

© Reuters TV / Reuters

Segundo a informação dada por telefone, pelo comandante dos terroristas, a partir de um local desconhecido, o atentado foi levado a cabo por quatro kamikazes.

As autoridades já deram como terminada a operação mas não há certezas em relação à identidade das vítimas. A polícia já confirmou que pelo menos três estudantes morreram no tiroteio e que quatro atacantes foram abatidos. Duas explosões e vários tiros foram ouvidos por testemunhas quando, esta madrugada, o grupo de homens armados invadiu as instalações da universidade.

EM ATUALIZAÇÃO

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.