sicnot

Perfil

Mundo

Polícia alemã faz buscas relacionados com agressões sexuais em Colónia

A polícia alemã avançou com uma série de buscas na cidade de Colónia relacionadas com os casos de violência e agressões sexuais da passagem do ano.

Com cerca de 800 queixas por desacatos, roubos, tumultos e agressões sexuais incluindo violações, as autoridades alemãs tentam encontrar os responsáveis no bairro de Kalk, tido como um refúgio para criminosos e emigrantes ilegais, apontados como agressores por muitas das vítimas.

O raide desta noite passou sobretudo por restaurantes, casinos e lojas de apostas.

A polícia tem provas de que muitos dos funcionários e frequentadores pertencem a grupos criminosos oriundos do norte de África, depois de 120 pessoas terem sido investigadas e 80 telefones terem sido escutados.


Pelo menos 17 pessoas foram levadas para identificação e uma outra foi detida devido a mandado de detenção por cumprir, sem estar diretamente relacionado com as agressões sexuais em Colónia, durante a passagem do ano.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a lider da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleiçoes em vários países, como a Alemanha e a Holanda.