sicnot

Perfil

Mundo

Rajoy rejeita iniciar processo de formação de governo

O presidente do Partido Popular (PP) espanhol, Mariano Rajoy, declinou esta sexta-feira o convite do Rei de Espanha de se submeter a votação de investidura no Congresso dos Deputados, informou a Casa Real espanhola.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Susana Vera / Reuters

A recusa de Rajoy foi anunciada numa nota divulgada após uma reunião do Rei com o presidente do Congresso dos Deputados, Patxi López, que serviria para lhe comunicar o nome do líder partidário que tinha convidado para se apresentar a votação de investidura à presidência do Governo.

Felipe VI deu indicações ao presidente do parlamento para lhe fornecer uma lista dos líderes parlamentares para que possa iniciar uma segunda ronda de audições do palácio real. Ao longo desta semana, o rei ouviu 14 líderes partidários, o último dos quais Mariano Rajoy, na tarde de hoje.

"Dom Mariano Rajoy Brey agradeceu a sua majestade o Rei o convite [para se apresentar a votação para presidente do governo], que recusou", refere a nota da casa real espanhola.

Na quinta-feira, Mariano Rajoy, chefe do governo em funções, tinha declarado que iria apresentar-se a votação no parlamento para ser reeleito, apesar das dúvidas que surgiram devido à falta de acordos do PP com outras forças políticas.

"Evidentemente que vou apresentar a minha candidatura [para votação de investidura no Congresso dos Deputados]. Mais de sete milhões de espanhóis votaram em nós e sinceramente acredito que, na situação em que estamos, um pouco de sensatez e compostura é bem-vindo", disse Rajoy pouco antes de um evento no Museu do Prado, em Madrid.

Rajoy, no entanto, não especificou se se apresentaria a uma primeira votação - na qual necessitaria de maioria absoluta - ou às seguintes (maioria simples).

Com Lusa

  • Rajoy insiste no acordo entre PSOE e Ciudadanos
    1:10

    Mundo

    O primeiro-ministro de Espanha insiste num acordo de governo com o PSOE e o Ciudadanos, para mostrar que existe estabilidade política no país. Sobre as eleições na Catalunha, Mariano Rajoy preferia que Artur Mas pusesse fim à luta pela independência da região, mas na impossibilidade de isso acontecer, defende a realização de novas eleições.

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.