sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 18 mortos o número de vítimas da tempestade de neve nos EUA

Uma tempestade com ventos fortes e queda recorde de neve paralisou este sábado dez estados da costa leste dos EUA e já causou pelo menos 18 mortos, dezenas de feridos, e deixou centenas de pessoas imobilizadas nas estradas durante horas.

© Kevin Lamarque / Reuters

A tempestade surpreendeu a cidade de Nova Iorque, que cortou o trânsito até ao início de domingo.

A cidade mais habitada do país suspendeu o metro exterior, a ilha de Manhattan fechou os túneis e pontes que a ligam, e ficou sem um dos seus ícones: todos os espetáculos foram cancelados na Broadway, a grande avenida dos teatros.

A capital norte-americana, Washington DC, está desde o meio-dia de sexta-feira em alerta máximo e no sábado sofreu a pior fase da tempestade, com fortes ventos, quase visibilidade nula, grandes acumulações de neve e temperaturas gélidas, com descidas para menos 20.ºC.

O metro de Washington, que serve os vizinhos estados da Virgínia e do Maryland, vai estar encerrado pelo menos até segunda-feira e a presidente da Câmara, Muriel Bowser, pediu hoje aos habitantes que fiquem em casa e deixem trabalhar os limpa-neves.

A capital, com 43 centímetros de neve registados no aeroporto Ronald Reagan e 71 no de Dulles, vive o seu pior nevão em 94 anos, desde o recorde de 71 centímetros alcançado em 1922.

A tempestade afetou gravemente o tráfego aéreo, com mais de 12.000 voos cancelados e a previsão de que os mesmos não voltem a ser reprogramados até segunda-feira em vários aeroportos principais.

Lusa

  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha. Todas as vítimas são de nacionalidade espanhola.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.