sicnot

Perfil

Mundo

Talibãs afegãos pedem retirada das sanções da ONU para dialogar com o Governo

Os talibãs afegãos reclamaram hoje "alguns passos preliminares", como a retirada das sanções da ONU, para que seja viável um diálogo de paz com o Governo do Afeganistão, que acabe com mais de 14 anos de guerra.

© Jonathan Ernst / Reuters

"Se alguma parte quer falar de paz com o Emirado Islâmico (como se autodenominam os talibãs), as listas devem ser retiradas antecipadamente", disse à EFE o porta-voz dos insurgentes, Zabihullah Mujahid, em alusão às sanções das Nações Unidas e dos EUA.

O porta-voz precisou que estas listas incluem "um tipo de proibição" para os talibãs, como "evitar viagens e visitas".

Num comunicado, os insurgentes asseguraram que "o estabelecimento de um gabinete oficial do Emirado Islâmico, a retirada da lista negra (da ONU) e da listas de recompensas (dos EUA), a libertação de prisioneiros e o fim da propaganda venenosa estão entre os passos preliminares".

Sem estes passos, "o processo até à paz não é viável", sublinham na nota, difundida em Cabul após a conferência convocada sábado no Qatar pela ONG Pugwash, para identificar soluções para o conflito afegão.

Os insurgentes confirmaram na sexta-feira a sua participação na conferência, que não teve a participação de representantes do Governo, após o lançamento do chamado Grupo dos Quatro (G4), formado pelo Afeganistão, Paquistão, China e os Estados Unidos, para relançar o processo de paz.

Os talibans e o Governo afegão realizaram em julho do ano passado, no Paquistão, a sua primeira reunião oficial, mas o processo foi suspenso dias após o anúncio de que o fundador do movimento insurgente, o mullah Omar, tinha morrido em abril de 2013.

O G4, que manteve a 11 de janeiro a sua primeira reunião em Islamabad e a 18 a segunda em Cabul, tenta reiniciar o processo de negociações sem condições prévias.

O Conselho de Segurança da ONU renovou no mês passado o regime de sanções contra os talibans, incluindo o bloqueio de bens, proibição de viagens e embargo de armas, uma decisão que, em seguida, os rebeldes consideraram representar uma "nova barreira" para as negociações de paz.

Os Estados Unidos têm cerca de 9.800 soldados no Afeganistão, dos quais cerca de metade irá permanecer no país após o final do mandato do presidente Barack Obama, em janeiro de 2017, enquanto a NATO anunciou que vai triplicar a sua presença em 2016, para cerca de 12.000 efetivos, devido à situação de insegurança no país.

Lusa

  • "Miúdos de 5 e 6 anos a perguntar: a minha casa ardeu, o meu pai está queimado?"
    4:55
  • Presidente visita zonas afetadas pelos fogos
    2:00

    País

    Numa visita inesperada, o Presidente da República esteve esta manhã em Vouzela, um dos concelhos mais atingidos pelos incêndios. Marcelo Rebelo de Sousa vai estar nos próximos dias no distrito de Viseu.

  • Duas opções do círculo mais próximo de António Costa
    1:41
  • O clube de amigos de António Costa

    Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.

  • Tondela corta relações institucionais com Belenenses

    Desporto

    O Tondela anunciou esta quinta-feira o corte de relações institucionais com o Belenenses, que vai defrontar no domingo para a nona jornada da I Liga de futebol, na sequência do diferendo pelo não adiamento do jogo devido aos incêndios.

  • SC Braga recebe o Ludogorets
    2:03

    Liga Europa

    O Sporting de Braga recebe hoje o Ludogorets. Abel Ferreira destaca a capacidade física e ofensiva do adversário e quer um Braga a jogar com intensidade para vencer o atual campeão da Bulgária.