sicnot

Perfil

Mundo

Conflito entre pastores e agricultores no nordeste da Nigéria causa 20 mortos

Homens armados presumivelmente pastores da etnia fula mataram um polícia e 19 civis e incendiaram casas no estado de Adamawa, no nordeste da Nigéria, num conflito sobre direitos de pastagem, disse hoje a polícia.

reuters

De acordo com a mesma fonte, tratar-se-á de ataques de vingança após uma disputa sobre colheitas destruídas.

O porta-voz da polícia Othman Abubakar disse à agência France Presse que os ataques ocorreram no concelho de Girei, quando o oficial da polícia morto, com uma equipa, respondeu a um pedido de ajuda da comunidade invadida.

Media locais indicaram um total de 30 mortos nos ataques realizados no domingo de manhã.

Abubakar disse que foram atacadas as aldeias de agricultores de Demsare, Wunamokoh, Dikajam e Taboungo, no concelho de Girei, a menos de 20 quilómetros da capital do estado, Yola.

As disputas entre nómadas e agricultores sobre pastos e acesso à água são vulgares no norte e centro da Nigéria, originando com frequência embates mortíferos

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    Em atualização

    SIC

  • Portugal perde 22 mil empregos por ano por causa da pirataria
    1:52

    País

    Todos os anos, Portugal perde cerca de mil milhões de euros e mais de 22 mil empregos por causa à pirataria. Hoje assinala-se o dia mundial da propriedade intelectual. Uma área que diz respeito a todas as formas de arte e, entre outras, ao jornalismo.