sicnot

Perfil

Mundo

Conflito entre pastores e agricultores no nordeste da Nigéria causa 20 mortos

Homens armados presumivelmente pastores da etnia fula mataram um polícia e 19 civis e incendiaram casas no estado de Adamawa, no nordeste da Nigéria, num conflito sobre direitos de pastagem, disse hoje a polícia.

reuters

De acordo com a mesma fonte, tratar-se-á de ataques de vingança após uma disputa sobre colheitas destruídas.

O porta-voz da polícia Othman Abubakar disse à agência France Presse que os ataques ocorreram no concelho de Girei, quando o oficial da polícia morto, com uma equipa, respondeu a um pedido de ajuda da comunidade invadida.

Media locais indicaram um total de 30 mortos nos ataques realizados no domingo de manhã.

Abubakar disse que foram atacadas as aldeias de agricultores de Demsare, Wunamokoh, Dikajam e Taboungo, no concelho de Girei, a menos de 20 quilómetros da capital do estado, Yola.

As disputas entre nómadas e agricultores sobre pastos e acesso à água são vulgares no norte e centro da Nigéria, originando com frequência embates mortíferos

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08