sicnot

Perfil

Mundo

Morreu o explorador que queria atravessar a Antártica sozinho

O explorador britânico Henry Worsley, de 55 anos, morreu de exaustão e desidratação quando tentava fazer a travessia da Antártica sozinho, anunciou a família.

twitter

Henry Worsley com o príncipe William em outubro de 2015, pouco antes de iniciar a expedição ao Polo Sul.

Henry Worsley com o príncipe William em outubro de 2015, pouco antes de iniciar a expedição ao Polo Sul.

© POOL New / Reuters

O antigo soldado estava a 48 km de terminar o percurso de 1600 km quando pediu ajuda. A Força Aérea chilena foi buscá-lo de helicóptero mas acabou por morrer numa clínica em Punta Arenas, sul do Chile, "após total falência dos órgãos".

Henry Worsley queria completar a expedição ao Polo Sul que Ernest Shackleton não terminou há cerca de 100 anos.

  • Ricardo Salgado constituído arguido no processo EDP

    País

    Ricardo Salgado foi constituído arguido no processo EDP. Uma notícia confirmada pela defesa do antigo banqueiro. A defesa de Ricardo Salgado diz ser falsa e despropositada a tese do Ministério Público e nega que o banqueiro tenha participado num suposto ato de corrupção em benefício do GES e da EDP.

  • Quase 200 queixas por dia sobre serviços de saúde em 2017
    1:46

    País

    Foram apresentadas, em 2017, quase 200 queixas por dia sobre o funcionamento dos serviços de saúde públicos e privados. As questões administrativas e os tempos de espera foram as principais razões das mais de 70 mil reclamações recebidas pela Entidade Reguladora da Saúde.

  • Fim de semana com chuva e descida da temperatura

    País

    A chuva regressa hoje a Portugal continental e permanece pelo menos até ao início da semana, prevendo-se ainda uma descida da temperatura máxima entre 04 a 06 graus Celsius, disse à Lusa a meteorologista Cristina Simões.

  • O projeto pioneiro que apoia crianças com doenças incuráveis
    3:30

    País

    A única unidade de cuidados paliativos pediátricos do país situa-se em São Mamede de Infesta. Inaugurado há quase dois anos, pelo Kastelo, há passaram 68 crianças com doenças incuráveis. A instituição lançou agora uma campanha de donativos para construir um parque aquático.