sicnot

Perfil

Mundo

ONU garante que negociações de paz na Síria começam sexta-feira

As negociações de paz entre a oposição síria e o regime de Damasco começarão na sexta-feira e durarão seis meses, informou hoje o emissário especial das Nações Unidas para a Síria, Staffan de Mistura.

Reuters

Reuters

© Ammar Abdullah / Reuters

Inicialmente previstas para começarem hoje em Genebra, as negociações foram adiadas devido a "um bloqueio" sobre a composição das delegações, explicou Staffan de Mistura numa conferência de imprensa, adiantando que os convites serão enviados na terça-feira.

"O mandato que o Conselho de Segurança me deu é ser o mais inclusivo possível e vou sê-lo", disse numa referência aos critérios para convidar os participantes.

Indicou esperar que ao receber os convites todos sintam "a seriedade e a urgência" de participar nas negociações.

De Mistura referiu que ainda que o plano seja o processo decorrer durante meio ano, a primeira parte das negociações deverá durar duas a três semanas após o que poderá haver uma suspensão para os participantes consultarem as respetivas bases.

Em relação ao formato, o emissário da ONU considerou que as consultas devem ser "tão flexíveis e criativas quanto possível".

A prioridade é conseguir "um cessar-fogo, uma suspensão das hostilidades, uma pausa nos combates, depende de como for acordado", disse ainda, adiantando que a luta contra os grupos considerados terroristas Frente al-Nosra e Estado Islâmico não se incluirá no eventual cessar-fogo.

De Mistura insistiu que um cessar-fogo é essencial para que a ajuda humanitária possa chegar a quem precisa.

Conseguido o cessar-fogo, as negociações podem dedicar-se aos temas de como se governa o país, da reforma da Constituição e da realização de eleições.

O enviado das Nações Unidas defendeu ainda uma participação ativa de grupos de mulheres e de representantes da sociedade civil que, na sua opinião, estiveram pouco representados nos processos anteriores.

A guerra civil na Síria, que começou em março de 2011 e já fez mais de 260.000 mortos e milhões de deslocados, já originou duas séries de negociações em Genebra, denominadas Genebra 1 e Genebra 2, que não obtiveram resultados.

Lusa

  • "Mais quanto tempo para acabar com o sofrimento?"
    1:15

    Mundo

    Mais de 120 organizações humanitárias juntaram-se à ONU e à Unicef num apelo conjunto para pôr fim à guerra na Síria. São quase 5 anos de conflito armado que matou mais de 250 mil pessoas e provocou milhões de desalojados, para além da instabilidade que provoca no Médio Oriente e no resto do mundo, com a maior vaga de migração desde a Segunda Guerra Mundial. "Mais quanto tempo para acabar com o sofrimento?" é a frase com que termina este bloco de imagens impressionantes que em 60 segundos resumem 5 anos de guerra.

  • Negociações para a paz na Síria poderão ser retomadas na 2ª feira
    2:05

    Mundo

    As negociações para a paz na Síria poderão ser retomadas já na próxima segunda-feira, com a presença em Genebra do presidente Bashar al Assad. Enquanto vários países tentam encontrar uma solução diplomática, as organizações não-governamentais apelam ao envolvimento de todos os que querem um desfecho rápido para um conflito a entrar no sexto ano. Mais de 120 ONG juntaram-se à ONU e à UNICEF num forte apelo ao fim do conflito armado.

  • Pelo menos 29 mortos em bombardeamentos na Síria

    Mundo

    Pelo menos 29 pessoas morreram hoje, entre as quais sete menores, e dezenas ficaram feridas por bombardeamentos de aviões de guerra na periferia da cidade síria de Deir al Zur, onde o grupo terrorista Estado Islâmico lançou uma ofensiva.

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.