sicnot

Perfil

Mundo

Presidente do Irão inicia primeira visita oficial à Europa

O Presidente iraniano, Hassan Rohani, começa hoje, em Itália, a sua primeira visita oficial à Europa, focada, em grande parte, na economia, com diversas empresas interessadas em entrar no mercado do Irão devido ao levantamento das sanções internacionais.

Hassan Rohani, presidente do Irão

Hassan Rohani, presidente do Irão

© Reuters Photographer / Reuter

Na corrida aos contratos, a mais rápida foi a Airbus, com o ministro dos Transportes do Irão a anunciar no sábado a compra de 114 aviões, um acordo que Rohani vai assinar na quarta-feira, em Paris.

Este é o primeiro acordo comercial de grande envergadura desde o levantamento das sanções, a 16 de janeiro, uma contrapartida do histórico acordo nuclear alcançado entre o Irão e as grandes potências internacionais.

A visita de Rohani à Europa, que inclui uma passagem por França, estava inicialmente prevista para novembro, mas foi adiada devido aos atentados em Paris reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Após um pequeno-almoço com o seu homólogo italiano, Sergio Mattarella, o Presidente iraniano vai encontrar-se com o chefe do Governo, Matteo Renzi, ao fim do dia, e com o papa Francisco, na terça-feira.

Francisco deve abordar o potencial papel estabilizador do Irão no Médio Oriente e tentar dissuadir Rohani de escalar as tensões com Riade e de incitar pressão sobre o campo do Presidente Bashar al-Assad, na Síria.

Rohani deve ainda discursar na terça-feira no fórum económico Itália/Irão.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.