sicnot

Perfil

Mundo

Putin compara comunismo e socialismo com a Bíblia

O Presidente russo, Vladimir Putin, confessou hoje que aprecia em simultâneo as ideologias comunista e socialista, comparando-as aos ensinamentos da Bíblia pelos seus ideais humanistas.

SERGEI ILNITSKY

"Gostava muito e continuo a gostar das ideias comunistas e socialistas. Se olharmos para o manual 'construtor do comunismo' que se publicou profusamente na União Soviética, recorda muito a Bíblia. Não é uma brincadeira, na verdade é um extrato da Bíblia", disse Putin, citado por media locais.

No decurso de um encontro da Frente Popular da Rússia, a sua plataforma eleitoral, Putin recordou que o citado manual incluía muitas ideias acertadas, como a igualdade, irmandade e felicidade.

"Mas a aplicação prática dessas ideias maravilhosas no nosso país esteve longe do que expunham os socialistas utópicos. O nosso país não se pareceu com a Cidade do Sol", declarou o líder do Kremlin em Stavropol, sul da Rússia.

Putin sublinhou que os czares foram acusados pela generalidade do mundo de repressão, mas disse que a construção do Estado soviético começou de forma semelhante, com repressões em massa.

Putin revelou ainda que "ao contrário de muitos funcionários, e eu não fui funcionário na perspetiva do partido, já que fui um membro comum, não me desfiz do cartão [de militante] do partido. Não o queimei".

"O Partido Comunista da União Soviética [PCUS] dissolveu-se. O meu cartão anda por algum lado. Não fui membro do partido por obrigação. Não posso dizer que fosse um comunista ideológico, mas o comunismo impunha-me muito", revelou.

Putin também criticou o líder da revolução bolchevique, Vladimir Ilich Ulianov "Lenine", por colocar em risco a estabilidade do Estado ao colocar no mesmo plano jurídico todas as repúblicas soviéticas, desde a Rússia à Ucrânia, e que qualificou de "bomba relógio".

O chefe do Kremlin, antigo funcionário do KGB, recordou que Estaline propôs conceder a cada entidade federada ampla autonomia, mas sem o direito de abandonarem a União, mas Lenine tinha uma opinião diferente, e que na opinião de Putin conduziu posteriormente à desintegração da URSS.

Lusa

  • Equipa da SIC impedida de entrar na Venezuela

    País

    A SIC tinha uma equipa a caminho da Venezuela para cobrir as eleições da Assembleia Constituinte que decorrem no domingo. No entanto o jornalista Luís Garriapa e o repórter de imagem Odacir Junior foram impedidos de entrar no país. A equipa de reportagem foi barrada à chegada ao aeroporto de Caracas. Num despacho enviado à companhia aérea que os transportou, tanto o jornalista como o repórter de imagem são considerados "inadmissíveis no território da Venezuela".

  • "Fomos considerados inadmissíveis no território da Venezuela"
    4:43

    País

    O jornalista Luís Garriapa entrou em direto no Jornal da Noite, para explicar o que aconteceu esta quinta-feira, no aeroporto de Caracas. A equipa de reportagem de SIC foi impedida de entrar na Venezuela, onde ia cobrir as eleições da Assembleia Constituinte, marcadas para domingo.

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia de 1967 durante a ditadura
    2:25
  • Costa alerta para "condições particularmente adversas"
    1:47

    País

    O primeiro-ministro alertou para a possibilidade de novos incêndios de grandes dimensões, muito por causa da situação de seca que grande parte do território atravessa. António Costa pediu aos portugueses um "particular cuidado com todos os comportamentos de risco".

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • Temperaturas vão baixar nos próximos dias
    1:05
  • Quase três mil toneladas de plástico ameçam tartarugas no Mediterrâneo
    2:35