sicnot

Perfil

Mundo

Tempestade de neve faz seis mortos e mais de 100 feridos no Japão

Pelo menos seis pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas devido à tempestade de neve que atinge o oeste, centro e norte do Japão e que obrigou ao cancelamento de dezenas de voos.

© Reuters Staff / Reuters

As autoridades da localidade de Nichinan, na prefeitura de Totori (oeste) confirmaram hoje a morte da última vítima, uma mulher de 88 anos que ficou presa após um deslizamento de terra provocado pela neve, em que outras duas pessoas ficaram feridas, informou a emissora pública NHK.

Nesta localidade, a neve atingiu 30 centímetros de altura.

Noutra localidade na província de Fukushima, a neve registava 152 centímetros de espessura, enquanto na província de Hiroshima (oeste) chegou aos 137 centímetros e em Niigata (centro) aos 95 centímetros.

Os nevões atingiram até as regiões do sul do arquipélago japonês, como a ilha de Amami, onde se observou neve pela primeira vez em 115 anos. Também na ilha de Kume não nevava há 39 anos.

Para hoje foram cancelados 109 voos nacionais e registaram-se problemas nas estradas e no comboio bala.

Um total de 110 pessoas teve de passar a noite de domingo numa estação de Okayama, no oeste do país, já que uma paragem de duas horas as impediu de apanhar os transportes necessários para regressarem a casa.

Lusa

  • Vaga de frio faz mais de 80 mortos em Taiwan

    Mundo

    Uma vaga de frio em Taiwan causou já a morte de mais de 85 pessoas na ilha, a maioria com mais de 65 anos e devido a problemas cardíacos e respiratórios desencadeados pelas baixas temperaturas, segundo dados dos bombeiros.

  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha. Todas as vítimas são de nacionalidade espanhola.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.