sicnot

Perfil

Mundo

Tempestade de neve faz seis mortos e mais de 100 feridos no Japão

Pelo menos seis pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas devido à tempestade de neve que atinge o oeste, centro e norte do Japão e que obrigou ao cancelamento de dezenas de voos.

© Reuters Staff / Reuters

As autoridades da localidade de Nichinan, na prefeitura de Totori (oeste) confirmaram hoje a morte da última vítima, uma mulher de 88 anos que ficou presa após um deslizamento de terra provocado pela neve, em que outras duas pessoas ficaram feridas, informou a emissora pública NHK.

Nesta localidade, a neve atingiu 30 centímetros de altura.

Noutra localidade na província de Fukushima, a neve registava 152 centímetros de espessura, enquanto na província de Hiroshima (oeste) chegou aos 137 centímetros e em Niigata (centro) aos 95 centímetros.

Os nevões atingiram até as regiões do sul do arquipélago japonês, como a ilha de Amami, onde se observou neve pela primeira vez em 115 anos. Também na ilha de Kume não nevava há 39 anos.

Para hoje foram cancelados 109 voos nacionais e registaram-se problemas nas estradas e no comboio bala.

Um total de 110 pessoas teve de passar a noite de domingo numa estação de Okayama, no oeste do país, já que uma paragem de duas horas as impediu de apanhar os transportes necessários para regressarem a casa.

Lusa

  • Vaga de frio faz mais de 80 mortos em Taiwan

    Mundo

    Uma vaga de frio em Taiwan causou já a morte de mais de 85 pessoas na ilha, a maioria com mais de 65 anos e devido a problemas cardíacos e respiratórios desencadeados pelas baixas temperaturas, segundo dados dos bombeiros.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.