sicnot

Perfil

Mundo

Rússia duvida que Coreia do Norte tenha detonado "bomba H"

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, afirmou hoje que Moscovo duvida que a Coreia do Norte tenha detonado uma bomba de hidrogénio (bomba H), como assegura Pyongyang.

reuters

"Não estamos seguros de que se trate de um ensaio de uma bomba de hidrogénio", disse o chefe da diplomacia russa numa conferência de imprensa.

No passado dia 06, a Coreia do Norte anunciou ter realizado com êxito o ensaio da sua primeira bomba de hidrogénio, o quarto teste nuclear do regime de Pyongyang desde 2006.

Mas caso tenha acontecido, considerou Lavrov, significa que as resoluções do Conselho de Segurança que proíbem o abastecimento de materiais e tecnologias nucleares a Pyongyang "são ineficazes".

"Se foi um teste de um dispositivo nuclear corrente (...) quer dizer que as nossas restrições funcionam", adiantou.

O chefe da diplomacia russa assinalou que a solução para o problema nuclear da península da Coreia passa por determinar que ninguém tenha armas nucleares no território.

"(...) nem a Coreia do Norte, nem a Coreia do Sul, nem os Estados Unidos, que não deve levar novamente para lá elementos do seu arsenal nuclear", precisou.

Sobre a proposta de Seul de se realizar uma reunião do grupo dos seis para a regularização do problema nuclear na península coreana (Rússia, Estados Unidos, China, Japão e as duas Coreias), excluindo a parte norte-coreana, Lavrov disse que não lhe parecia uma boa ideia, por significar que "se está novamente a tentar isolar alguém".

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28