sicnot

Perfil

Mundo

Artista chinês encerra exposição contra lei que permite confiscar valores aos refugiados

O artista dissidente chinês Ai Weiwei anunciou hoje o encerramento da exposição que tinha patente em Copenhaga em protesto pela adoção da polémica lei sobre imigração que permite a confiscação de valores aos refugiados.

© TT News Agency / Reuters

"Ai Weiwei decidiu encerrar a sua exposição 'Ruptures' na Fundação Faurschou em Copenhaga, Dinamarca. A decisão foi tomada na sequência da aprovação no parlamento dinamarquês da proposta de lei que permite a confiscação de valores e adia o reagrupamento familiar dos candidatos a asilo", lê-se numa mensagem colocada nas contas oficiais do artista no Facebook e no Instagram.

A exposição, inaugurada em março de 2015, deveria decorrer até meados de abril de 2016.

"Apoio a decisão de Ai Weiwei, é uma questão de liberdade e de direitos humanos. Penso que isto é verdadeiramente muito triste", disse o dono da galeria, Jens Faurschou, à agência France Presse.

A lei, proposta por um partido anti-imigração e aprovada com os votos da direita e dos sociais-democratas, foi muito criticada pela confiscação dos bens, comparada por alguns à espoliação dos judeus pelo regime nazi, e pelo adiamento do direito ao reagrupamento familiar, considerado por juristas como contrário a várias convenções internacionais.

Artista polivalente e ativista dos direitos humanos, Ai Weiwei, 58 anos, esteve preso três meses na China e privado do passaporte nos quatro anos seguintes devido às críticas que fez ao governo de Pequim. Só em julho passado pode voltar a viajar para o estrangeiro.

"Quando ele vivia na China, apontava os problemas de lá. Agora vive na Europa, aponta os daqui. Ele tem uma voz global", disse o galerista à BBC.

Já anteriormente, Ai Weiwei tinha manifestado solidariedade com os migrantes que tentam chegar à Europa, anunciando a intenção de construir um monumento na ilha grega de Lesbos em memória dos que morrem na travessia do Mediterrâneo.

Lusa

  • Explosão próximo do aeroporto de Damasco

    Mundo

    A televisão do movimento xiita libanês Hezbollah, aliado do regime sírio, noticiou hoje que a explosão ocorrida esta madrugada perto do aeroporto de Damasco "foi provavelmente" resultado de um ataque israelita contra depósitos de combustível.

    Em atualização

  • Ânimos exaltados no Barreiro devido à greve da Transtejo e Soflusa
    5:43

    Economia

    A empresa decretou serviços mínimos e duas embarcações fizeram o transporte de passageiros entre as 05:00 e as 07:00, esta quinta-feira. Ainda assim muitos foram impedidos de fazer a travessia apesar de, contam os passageiros, os barcos não estarem cheios. Os ânimos exaltaram-se, como nos conta o repórter da SIC que está no no Barreiro a acompanhar a greve parcial da Transtejo e da Soflusa.

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Macron e Le Pen em troca de acusações
    2:16

    Eleições França 2017

    A campanha eleitoral para a segunda volta em França ficou esta quarta-feira marcada por uma troca de acusações entre os dois candidatos. De visita a uma fábrica em risco de encerramento, Le Pen prometeu que se for eleita salvará os 300 postos de trabalho. Emmanuel Macron acusou a candidata da extrema-direita de aproveitamento político.

  • Os filhos do divórcio
    20:50
  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • "Esta moda bizarra de não vacinar crianças tem tido estas consequências"
    1:43

    Surto de sarampo

    Há mais um caso de sarampo registado pela Direção-Geral da Saúde, no total já são 25. Francisco George garantiu que a situação não é preocupante para as crianças em idade escolar e recomendou uma discussão parlamentar sobre a vacinação. Mais de 11 mil pessoas já assinaram uma petição pública a defender a vacinação obrigatória. 

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e a organização espera ter 60 mil participantes.