sicnot

Perfil

Mundo

Bruxelas propõe novas multas para fabricantes de automóveis que violem testes de emissões poluentes

Os fabricantes de automóveis que violem os testes de emissões poluentes podem pagar multas de 30 mil euros por veículo, segundo uma proposta legislativa hoje apresentada pela Comissão Europeia, em Bruxelas.

© Fabrizio Bensch / Reuters

"A Comissão propõe uma grande reformulação do chamado quadro de homologação da União Europeia [UE]" a nível dos automóveis, segundo uma informação do executivo comunitário, que pretende que equipas da UE passem a fazer controlos aleatórios.

Nesta proposta, Bruxelas solicitou que os testes nos países passem a ser pagos por um fundo governamental, em vez dos fabricantes, para travar eventuais conflitos de interesses nas aprovações.

"Com as nossas propostas vamos aumentar a qualidade e a independência dos testes aos automóveis e melhorar a supervisão das viaturas já em circulação", comentou a comissária responsável pela área, Elzbieta Bienkowska, acrescentando que as novas regras são essenciais para uma concorrência mais justa.

Bruxelas notou que os Estados-membros continuam com a obrigação de multar os incumprimentos e que devem apresentar um relatório anual sobre esses valores.

Estas propostas devem ser agora negociadas com o Parlamento Europeu e Conselho Europeu, a instituição que representa os Estados-membros em Bruxelas.

Lusa

  • Madonna diz que América nunca desceu tão baixo
    2:12

    Mundo

    No mundo artístico, foram várias as vozes que se levantaram contra Trump, entre elas Madonna. A cantora disse esta quinta-feira em Nova Iorque, a propósito do dia da tomada de posse, que nunca a América desceu tão baixo. Já o ator Matthew McConaughey - que está em Londres - garantiu que não ia perder a cerimónia pela televisão.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida