sicnot

Perfil

Mundo

Museu de Roma tapou estátuas de nus durante visita do Presidente iraniano

O Museu Capitolini em Roma, escolhido para o encontro de líderes desta segunda-feira, tapou as estátuas de nus, possivelmente para não ofender o Presidente do Irão, de visita a Itália. O facto está a dar que falar.

O museu esclareceu que o protoloco foi definido pelo gabinete do primeiro-ministro italiano, que terá optado por evitar qualquer tipo de situação embaraçosa com o líder iraniano.

O museu esclareceu que o protoloco foi definido pelo gabinete do primeiro-ministro italiano, que terá optado por evitar qualquer tipo de situação embaraçosa com o líder iraniano.

GIUSEPPE LAMI / Lusa

Uma série de esculturas clássicas, ao longo dos corredores por onde Rouhani e o primeiro-ministro Matteo Renzi passaram, deu nas vistas por ter à frente uns painéis brancos a esconder os corpos descobertos.

O museu esclareceu que o protoloco foi definido pelo gabinete do primeiro-ministro italiano, que terá optado por evitar qualquer tipo de situação embaraçosa com o líder iraniano.

Já no jantar oferecido, por respeito à religião muçulmana do convidado, não houve bebidas alcóolicas.

  • Papa pede ao Presidente do Irão para colaborar no combate ao terrorismo
    2:10

    Mundo

    O Papa Francisco e o Presidente do Irão, Hassam Rouhani, tiveram esta tarde um encontro no Vaticano. Francisco pediu a Hassam Rouhani para colaborar no combate ao terrorismo. No encontro que foi o primeiro entre um Papa e um Presidente do Irão desde 1999, Hassam Rouhani ofereceu um tapete persa ao Chefe da Igreja Católica.

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.