sicnot

Perfil

Mundo

Ativista simula enforcamento em protesto contra Presidente do Irão

galeria de fotos

Uma ativista Femen simulou um enforcamento em Paris num protesto contra o Presidente do Irão, de visita a França.

© Charles Platiau / Reuters

© Charles Platiau / Reuters

© Charles Platiau / Reuters

© POOL New / Reuters

Sarah Constantin ficou pendurada numa ponte perto da torre Eiffel ao lado de um cartaz onde se lia ""Bem vindo Rohani, carrasco da liberdade".

O protesto visava "lembrar Rohani que todos os anos 800 pessoas são condenadas à morte, mulheres e feministas, homossexuais, livres-pensadores", no Irão, explicou a ativista.

O Irão é o segundo país que mais recorre à sentença de morte, atrás da China em 2014, de acordo com a Amnistia Internacional.

  • Presidente do Irão visita França na primeira visita oficial à Europa
    2:05

    Mundo

    O presidente do Irão já está em Paris onde termina a primeira visita oficial à Europa. A passagem por Itália não foi pacífica. Na noite do encontro com o primeiro-ministro italiano, no museu Capitolini, as estátuas dos Deuses romanos foram tapadas com panéis. O responsável do museu diz que a decisão foi tomada pelo protocolo do primeiro-ministro para que o Presidente do Irão não fosse confrontado com a nudez das esculturas clássicas, o que gerou indignação por parte da opinião pública.

  • Chamas no concelho de Torre de Moncorvo ameaçaram aldeia
    1:30

    País

    Dois incêndios no concelho de Torre de Moncorvo deram luta aos bombeiros na tarde de ontem e também durante toda a noite. As chamas estiveram muito próximas da aldeia de Cabanas de Cima, mas os bombeiros conseguiram desviar o fogo.

  • Se

    Se Jaime Marta Soares tiver razão, se a ciência e as autoridades não forem - outra vez? - manipuladas pelo poder político, se a investigação - independente - concluir que o fogo começou muito antes da trovoada, então, estamos diante de um dos maiores embustes do Portugal democrático.

    Pedro Cruz

  • A reconstrução da Nacional 236
    1:44
  • Harry admite que ninguém na família real britânica quer ser rei ou rainha

    Mundo

    O príncipe Harry admitiu que nenhum dos mais jovens membros da família real britânica quer ser rei ou rainha. Numa entrevista exclusiva à revista norte-americana Newsweek, na qual aborda temas como a morte da mãe, que perdeu com apenas 12 anos, Harry afirma que ele e o irmão estão empenhados em "modernizar a monarquia".

    SIC