sicnot

Perfil

Mundo

Malala apela a líderes mundiais a ajudarem na educação das crianças sírias

A ativista paquistanesa Malala Yousafzai, Nobel da Paz, lançou uma petição pública a apelar aos líderes mundiais que se comprometam a doar mais de mil milhões de euros para programas educativos na Síria.

Malala Yousafzai tem agora 20 anos e aos 17 tornou-se a pessoa mais jovem a receber o Nobel da Paz.

Malala Yousafzai tem agora 20 anos e aos 17 tornou-se a pessoa mais jovem a receber o Nobel da Paz.

© Norsk Telegrambyra AS / Reute

A petição pública, que soma mais de 70.000 assinaturas, tem um apelo dirigido aos políticos que na próxima semana se vão reunir em Londres na conferência de doadores para as vítimas da guerra na Síria.

Malala quer que "todas as crianças sírias afetadas pelo conflito consigam ter acesso à educação".

Reino Unido, Alemanha e Noruega, com a Organização das Nações Unidas e o Kuwait, estão na organização desta conferência de doadores, marcada para 04 de fevereiro.

O objetivo é discutir como é se poderá fazer chegar ajuda a 13,5 milhões de pessoas em situação vulnerável na Síria e a 4,2 milhões de sírios que se refugiaram em países próximos, como a Jordânia, o Líbano e a Turquia.

Este país já registou a presença de 2,5 milhões de sírios a residirem em território turco.

Lusa

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "No meu bairro perguntam-me se a medalha é de ouro e dizem que ma vão roubar e vender"
    4:46
  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05