sicnot

Perfil

Mundo

Três condenados à morte na Índia por violação de jovem

Um tribunal indiano condenou hoje à morte três pessoas e a pena perpétua outras três pela violação em grupo e assassinato de uma jovem estudante em 2013, um caso que provocou vários protestos violentos no Estado de Bengala.

© Anindito Mukherjee / Reuters (Arquivo)

A juíza encarregada do processo em Calcutá, a capital regional, proferiu a pena máxima para três dos acusados, ao considerá-los culpados do assassinato e violação, enquanto outros três foram condenados por violação, conspiração criminal e eliminação de provas, de acordo com a agência IANS, citada pela Efe.

O tribunal já tinha declarado culpados os seis arguidos na passada quinta-feira, embora na altura não tenha dado a conhecer a pena, e absolveu outros dois dos acusados no caso.

O processo envolvia nove pessoas, sendo que uma delas morreu durante o processo judicial.

O advogado de defesa disse à agência ANI que vai recorrer da sentença.

A vítima, de 20 anos, foi brutalmente violada em grupo em junho de 2013, quando regressava da universidade, o que originou fortes protestos que pediam justiça para a jovem indiana.

Este crime aconteceu apenas seis meses depois de outra estudante universitária ter sido violada em grupo durante uma viagem de autocarro em Nova Deli, um caso que comoveu a Índia e parte da opinião internacional

Essa violação gerou um movimento de protestos e abriu debate sem precedentes sobre a situação da mulher no país, o que levou o Governo indiano a endurecer as leis contra os agressores sexuais.

Lusa

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.