sicnot

Perfil

Mundo

Milhares manifestaram-se em Barcelona contra a independência

Vários milhares de pessoas concentraram-se hoje na praça de Sant Jaume, em frente ao Palau de la Generalitat (sede do governo regional catalão), para se manifestar contra o programa independentista do governo daquela comunidade autónoma espanhola.

© Albert Gea / Reuters (Arquivo)

A concentração foi convocada pela Sociedad Civil Catalana (organização que fez campanha contra o processo independentista) e pelo Partido Popular (PP) da Catalunha e tinha como objetivo rejeitar o "roadmap" do governo regional da Catalunha, que pretende instaurar uma República catalã independente no prazo de 18 meses.

"Estamos aqui esta manhã para denunciar a perversão democrática de um governo, controlado por Carles Puigdemont [atual presidente] e Oriol Junqueras [líder da Esquerda Republicana Catalana, companheira de coligação] que finalmente reconhece que o separatismo não tem maioria social para culminar a promessa de separação unilateral que estava no programa eleitoral da Junts pel Sí", declarou o vice-presidente da Sociedad Civil Catalana, Joaquim Coll, num discurso à multidão.

A coligação Junts pel Sí (Convergència Democràtica da Catalunya, Esquerra Republicana Catalana, Omnium e outros grupos da sociedade civil) ganhou as eleições regionais da Catalunha de 27 de setembro, mas sem maioria absoluta, pelo que dependeu do partido de extrema-esquerda radical CUP para eleger um presidente regional. Ambas as formações consideravam as eleições regionais como um plebiscito à independências, mas em conjunto não tiveram mais de 50% dos votos populares.

Por isso mesmo a CUP declarou que não tinha maioria social para uma declaração unilateral de independência. A Junts pel Sí e a CUP avançaram com uma resolução de início do processo de independência no parlamento, mas a CUP rejeitou o nome de Artur Mas para presidente, aceitando depois o de Carles Puigdemont.

A multidão concentrada hoje na praça de Sant Jaume - uma das mais emblemáticas de Barcelona - gritaram palavras de ordem como "Não ao processo, sim ao progresso", "Viva Espanha, Viva Catalunha", "Não à independência", "Europa Unida jamais será vencida" e "Já votámos, vocês fracassaram".

As forças que se opõem à independência da Catalunha dizem defender o triplo estatuto dos catalães "Catalães, espanhóis e europeus" e dizem que se a região autodeclarar a sua soberania sairá da União Europeia. Os defensores do "Procés" [Processo] dizem que a Europa não pode expulsar da UE uma região que já faz parte da comunidade e que tem um orçamento superior ao de muitos pequenos Estados-membros.

A praça de Sant Jaume encheu-se assim de bandeiras espanholas, bandeiras oficiais da Catalunha (a "Senyera", não a "Estelada" independentista) e muitas bandeiras da União Europeia. O ato terminou com o "Hino da Alegria", o hino da União Europeia.

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.