sicnot

Perfil

Mundo

Siamesas separadas com oito dias de vida na Suíça

Duas gémeas siamesas com oito dias de vida que estavam ligadas ao nível do fígado e do tórax foram operadas e separadas cirurgicamente com sucesso na Suíça em dezembro último, divulgou hoje o jornal suíço Le Matin Dimanche.

insel.ch

Segundo o jornal, as recém-nascidas são as siamesas mais novas a serem submetidas a este tipo de operação.

Maya e Lydia nasceram prematuramente em Berna no passado dia 02 de dezembro, dois meses antes da conclusão do período de gestação. As siamesas têm outra gémea, Kamilla.

A intervenção, realizada a 10 de dezembro por uma equipa de cinco cirurgiões, dois enfermeiros e seis anestesistas, durou cinco horas.

Nos primeiros dias de vida, o estado de saúde das siamesas era estável e os médicos tinham decidido realizar a operação de separação só alguns meses mais tarde. Mas, após uma semana, as condições de saúde começaram a deteriorar-se rapidamente.

Os problemas eram particularmente perigosos para bebés tão pequenos -- cada uma pesava 1,100 kg -- e os médicos decidiram avançar com a intervenção.

"Estávamos preparados para a eventual morte dos dois bebés, era assim tão extremo", explicou Barbara Wildhaber, diretora da unidade de cirurgia pediátrica dos Hospitais Universitários de Genebra, em declarações ao jornal Le Matin Dimanche.

"Mas a operação foi um sucesso. Irei lembrar-me durante toda a minha carreira", reforçou a médica, que liderou a equipa de cirurgiões.

As gémeas estão a recuperar bem, referiu o mesmo jornal, acrescentando que Maya e Lydia constam entre os cerca de 200 gémeos siameses separados que vivem atualmente no mundo.

Os casos de siameses continuam a ser situações excecionais, com uma frequência média de um em cada 200.000 gravidezes.

Lusa

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.