sicnot

Perfil

Mundo

Israel avisa Hamas que vai responder em força a agressões

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, avisou no domingo o movimento islâmico palestiniano Hamas de que atacará com "muita força" se o grupo desencadear agressões contra Israel recorrendo a túneis, como afirmaram vários dos seus dirigentes, adiantou a agência EFE.

© Amir Cohen / Reuters

"Estamos a trabalhar de forma metódica e fria contra todas as ameaças, incluindo a do Hamas, e a adotar medidas quer defensivas, quer ofensivas", disse Netanyahu numa conferência na Chancelaria israelita, diante de embaixadores e chefes de missões diplomáticas de Israel no mundo.

O Hamas e o seu braço armado, as brigadas Ezzedine al-Qassam, usam túneis para entrar ilegalmente no Egito e em Israel e atacar povoações. As forças armadas egípcias e israelitas destruíram vários túneis nos últimos dois anos.

O chefe do Governo advertiu: "Se nos atacarem com túneis em Gaza, vamos atuar com muita força contra o Hamas".

O governante ameaçou ainda que a resposta "terá muito mais intensidade do que a última operação" israelita lançada na Faixa de Gaza, no verão de 2014.

"Creio que isto é entendido na região e no mundo, e espero que não seja necessário que [o Hamas] nos ponha à prova", declarou.

A imprensa israelita publicou recentemente, citando diferentes fontes da segurança, que o Hamas tinha reconstruído os túneis destruídos por Israel durante a guerra no verão de 2014, e estava novamente pronto para um confronto militar.

As declarações de Netanyahu acontecem numa altura em que o Hamas crispou o discurso, o que já foi contestado este fim de semana pelo secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, que disse sentir-se "alarmado" pela intenção do grupo islâmico de continuar a construir túneis e a disparar 'rockets' contra Israel.

No domingo, o porta-voz do Hamas em Gaza, Sami Abu Zuhri, assegurou que "esses túneis são defensivos para proteger a Faixa de Gaza" e que "os comentários de Ban Ki-moon contradizem o direito internacional e mostram uma posição parcial a favor da ocupação israelita".

Lusa

  • Tecnologia e inovação levam Moedas a Israel e Palestina
    4:50

    SIC Europa

    O responsável pela área da Ciência na União Europeia, Carlos Moedas, esteve de visita a Israel e à Palestina. Israel já participou em 3 mil e 200 projectos europeus e é um destacado colaborador no campo cientifico. Em Ramallah, Moedas convidou o governo palestiniano a aumentar a participação no programa Horizonte 2020. O correspondente da SIC Henrique Cymerman acompanhou essa visita.

  • Quatro pessoas assassinadas em Barcelos

    País

    Quatro pessoas, entre elas uma grávida, foram assassinadas hoje em Tamel, no concelho de Barcelos. As vítimas terão sido esfaqueadas e o suspeito já se entregou.

    Em desenvolvimento

  • Défice de 2016 fica nos 2,1%

    Economia

    O défice orçamental ficou nos 2,1% do PIB em 2016, em linha com o previsto pelo Governo. É o valor mais baixo em democracia. Está aberto o caminho ao fim do Procedimento por Défices Excessivos.

    Em desenvolvimento

  • Libertado o ex-Presidente egípcio Hosni Mubarak

    Mundo

    O ex-Presidente egípcio foi libertado hoje, depois de ter sido absolvido por um tribunal de recurso, no início deste mês. Hosni Mubarak estava agora confinado a um hospital militar. O antigo chefe de Estado tinha sido condenado em 2012 pela morte de manifestantes nos protestos da Primavera Árabe.

  • Comissão Europeia quer proibir o tabaco na praia

    País

    A Comissão Europeia quer proibir o tabaco em todos os espaços públicos, incluindo praias, parques infantis e equipamentos desportivos. A proposta foi apresentada pelo comissário da Saúde e Segurança Alimentar que, além de querer reduzir a dependência do tabaco, também sugere que todos os estados membros apliquem uma idade mínima para a venda de tabaco.

  • "Nós aceitamos sempre os resultados das eleições"
    1:07

    País

    Durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa, o líder dos sociais-democratas garantiu que o partido tem fair-play mas disse que está nas eleições autárquicas para ganhar. Pedro Passos Coelho acrescentou ainda que o PSD aceita sempre os resultados das eleições.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27
  • Data e local da canonização serão anunciados a 20 de abril
    2:23

    País

    O Papa aprovou esta quinta-feira o decreto que valida o milagre atribuído a Francisco e Jacinta. A data e local da cerimónia da canonização dos pastorinhos serão anunciados a 20 de abril, na reunião de cardeais no Vaticano. O Bispo de Leiria/Fátima acredita que a cerimónia possa ser a 13 de maio, durante a visita do Papa a Fátima.